Receitas mais recentes

O USDA criou uma nova receita de S’mores, mas alguém vai morder?

O USDA criou uma nova receita de S’mores, mas alguém vai morder?

Chame uma pá de pá e deixe o real s'more sozinho

Se não pode derreter, não é mais.

Em um esforço para promover hábitos de lanches americanos mais saudáveis, o Departamento de Agricultura dos Estados Unidos criou um novo Receita “alternativa” para s’mores que tem pouca semelhança com o grampo do verão.

O biscoito de graham permanece, mas todos nós sabemos que não é o coração do lanche doce.

A nova receita, que substitui o chocolate por morango e o marshmallow derretido por iogurte desnatado, foi apresentada pelo USDA como “Morangos de morango” com o seguinte plugue:

“Esta receita rápida, fácil e de dar água na boca é um lanche da tarde perfeito para os primeiros dias do verão. As crianças vão adorar o fato de poderem fazer isso sozinhas, e os pais vão adorar que seja uma guloseima barata e saudável! ”

Embora não tenhamos nenhum problema com o conceito de uma alternativa saudável aos s'mores, temos dificuldade em acreditar que este novo lanche será considerado um parente da combinação clássica, que sobreviverá a todos nós. Somos todos a favor de lanches saudáveis, USDA, mas vamos chamar uma pá de pá - ou seja, isso não é mais do que iogurte é um substituto viável para marshmallows. Vamos.


Chaat é mais do que a soma de seus muitos sabores

Difícil de definir, mas fácil de desejar, esses petiscos indianos se tornaram um fascínio para o chef Maneet Chauhan de Nashville.

O chef Maneet Chauhan gosta de pensar no chaat como uma emoção. Uma única mordida pode ser sacudida, induzir o enrugamento e refrescante ao mesmo tempo, equilibrando o doce com o salgado, o picante com o picante, o crocante com o cremoso, exigindo que você volte para mais.

A palavra chaat, ela aponta, é derivada do verbo chaatna, “lamber” em hindi e urdu.

“Você está lambendo as mãos quando a comida está realmente boa. Isso é o que chaat ”, disse Chauhan, que dedicou um livro de receitas inteiro a ele, intitulado“ Chaat ”, co-escrito com Jody Eddy e com publicação programada para 6 de outubro.

Chaat, um gênero de petiscos do sul da Ásia, é mais do que apenas um prato ou um conjunto de ingredientes. Não há proporções exatas para prepará-lo, nem um único momento do dia para comê-lo.

Algumas variações seguem uma fórmula solta: um ingrediente base, como papdi, ou batata picada, é coberto por outros elementos, como chutneys (tamarindo, coentro e variedades de hortelã são comuns), iogurte, sev, pimenta vermelha em pó e chaat masala (um pungente mistura de especiarias com um funk impulsionado pelo sal preto e amchur).

Mas mais críticos são os contrastes de texturas e sabores. Então é algum tipo de transformação, disse Chauhan.

Chaat é sobre transformar o que está à mão em um lanche maior do que a soma das partes. Um samosa, por exemplo, não é chaat por si só, disse ela. Mas pique um e regue com chutney de hortelã, iogurte e sev, e de repente é chaat.

Chaat foi feito para ser uma sobrecarga sensorial, disse ela. “Você é atingido por todos os aspectos - cores, cheiros, sons” - uma experiência semelhante a caminhar por partes da Índia.

Chauhan, 43, que administra quatro restaurantes em Nashville - Chauhan Ale & amp Masala House, Chaatable, Tansuo e o Mockingbird - cresceu em Ranchi, capital de Jharkhand, no leste da Índia. Ela saía com o pai todas as quartas-feiras para comprar rodelas fritas de kachori à base de lentilha de um vendedor de rua conhecido como chaat wallah.

Quando ela viajava de trem para visitar parentes em outras partes da Índia, ela procurava os chaat wallahs montados do lado de fora de cada estação para experimentar os sabores locais. Ao escrever seu novo livro de receitas, ela e Eddy viajaram de trem para sete estados para comer chaat, provando mais de 600 pratos.

Algumas lendas remontam às origens do chaat às cozinhas reais do século 17 do Império Mughal no norte da Índia, onde os cozinheiros criavam lanches saborosos que aumentam a imunidade com especiarias e chiles depois que o imperador Shah Jahan adoeceu. Mas descrições de variantes de chaat como dahi vada, bolinhos embebidos em iogurte, aparecem na literatura de 500 a.C., de acordo com K.T. "A Historical Dictionary in Indian Food" de Achaya.

À medida que evoluiu, o chaat passou a representar a vastidão das tradições culinárias do sul da Ásia, permanecendo acessível a qualquer pessoa com algumas rúpias e apetite.

“Há lugares que você vai na Índia onde haverá um wallah de riquixá ao lado de um Lamborghini, e as pessoas estão comendo a mesma comida”, disse Chauhan. “Foram os chaat wallahs que nivelaram o campo de jogo.”

O que cozinhar neste fim de semana

Sam Sifton tem sugestões de menu para o fim de semana. Existem milhares de ideias para o que cozinhar esperando por você no New York Times Cooking.

    • Nesta receita de cozimento lento para camarão no purgatório, a pimenta vermelha picante e o molho de tomate desenvolvem seus sabores profundos ao longo de horas.
    • Distribua um pouco de chutney verde comprado em loja neste frango masala verde rápido e picante. pode ser bom para o jantar e alguns muffins de mirtilo para o café da manhã.
    • De sobremesa, granita de melancia? Ou um poundcake com morangos macerados e chantilly?
    • E para o próprio Memorial Day? Você sabe que temos muitas, muitas receitas para isso.

    “Eles são as pessoas que trouxeram para a frente a culinária regional da Índia, porque tudo o que eles vendem é o que está disponível localmente.”

    Os favoritos da Sra. Chauhan incluem puchkas (também conhecidos como pani puri ou golgappa), rodelas fritas, de uma mordida, recheadas com água aromatizada, chutney e uma mistura de batata, cebola e grão de bico e bhel puri (também chamado de bhel ou churumuri, entre outros nomes), arroz tufado misturado com batatas, cebolas, tomates, ervas e chutneys.

    Wallahs chaat também popularizou mais especialidades locais, como idli chaat, uma variante do sul da Índia com uma base de idli picado, muitas vezes frito na frigideira, mergulhado em iogurte, folhas de curry crocantes e chutney. No nordeste da Índia, onde migrantes chineses se estabeleceram há três séculos, os chaat wallahs vendem bhel chinês - macarrão frito com cebolinha, cebola, cenoura e molho de pimenta.

    Chauhan disse que os chaat wallahs a influenciaram como chef muito mais do que qualquer pessoa na indústria de restaurantes.

    “Com chefs, muitas vezes, tudo é medido”, disse ela. Mas para chaat wallahs, muitos dos quais vêm de famílias com gerações de vendedores, “tudo é instintivo. É a magia em suas mãos. ”

    Ela tenta canalizar esse espírito para o chaat sazonal que serve no Chaatable, onde os pratos incluem um chaat de pepino e melancia polvilhado com pimenta em pó e um jato de suco de limão e chaat de morango servido com chutney de ruibarbo picante, hortelã e limão raita. Ela fez chaat com flocos de milho, palitos de gergelim e batatas fritas de tortilla.

    “Você pode jogar qualquer coisa em mim, e eu posso fazer um chaat com isso”, disse ela.

    Nesse sentido, seu livro de receitas inclui uma receita chamada Chaat Party, um buffet de frutas, vegetais, salgadinhos fritos, ervas, especiarias, iogurte e chutneys caseiros - tamarindo, pimentão verde e hortelã-coentro - que permite aos hóspedes construir seu próprio chaat.

    É uma receita feita para entreter, uma atividade que é um tanto limitada durante a pandemia. Ainda assim, em casa em Nashville com seu marido, Vivek Deora, e seus dois filhos pequenos, Chauhan tem dado festas chaat com parentes pelo Zoom, até mesmo mandando para sua irmã um “kit chaat” de ingredientes preparados.

    “Eu acho que o chaat me ajuda a formar essas diretrizes para mim mesma” como cozinheira, disse ela. Fazer qualquer prato excelente, para ela, é como fazer chaat - não seguir um conjunto de regras específicas, abraçar contradições.

    “Essa imperfeição é algo que me deixa muito animada”, disse ela, apaixonada pelo espalhamento rebelde de coentro por cima de alguns tipos de chaat e pela maneira como os temperos e os chutneys são misturados com todo o resto.

    Ela fez uma pausa e riu. “Sempre fico muito emocionado quando falo sobre chaat.”

    Receitas: Chaat Party | Chutney de tamarindo | Cilantro-Mint Chutney | Chutney Verde do Chile


    Pimentas De Banana Em Conserva Fácil

    Pimentos banana em conserva fáceis e doces são uma das iguarias finas da vida & # 8217s. Esta receita é tão rápida e fácil que chega a ser boba. É picante, salgado, doce e vinagre, tudo em níveis perfeitos. Quando suas plantas de pimenta estão carregadas de frutas, essa salmoura é uma maneira rápida e fácil de colocá-las rapidamente.

    Tivemos uma ótima colheita de banana pimentos este ano. Eles são plantas bastante consistentes para nós, não importa onde tenhamos vivido. Embora em Oregon tivéssemos que começar a cobri-los bem cedo, já que a temporada lá é muito curta.

    Também tivemos a experiência de nossa primeira colheita real de pimenta jalapeño e pimenta serrano, que foi super emocionante & # 8230. Preparamos muitos jalapenos na mesma salmoura e até preparamos alguns potes mistos para aumentar o fator de especiarias da banana pimentas.

    Outra coisa totalmente única aqui na Geórgia é que, como a temporada é tão longa, nós realmente colocamos banana peppers virando uma bela variedade de cores para nós.

    Tudo, desde o amarelo claro ao laranja profundo e vermelho. O visual absolutamente deslumbrante misturado nos potes.

    Comemos esses pimentões de banana em conserva em tudo, saladas, sanduíches, se estou me sentindo ousado até gosto de alguns em uma fatia de pizza. Uma das minhas coisas favoritas a fazer com eles é misturá-los com um pouco de atum e maionese e comê-los com salgadinhos. Eles também oferecem ótimos subornos e presentes para amigos. Temos que manter isso em segredo, como eles são bons ou não teríamos mais nada para nós.

    Esta salmoura também funciona muito bem para um picles de geladeira doce e picante rápido! Corte os pepinos em fatias, cubra com salmoura e coloque na geladeira.

    Quer saber o que fazer com todos os seus pimentões banana em conserva? Confira todas essas ideias:


    Como cozinhar painço

    Cozinhar painço é tão simples quanto cozinhar quinua ou arroz. Aqui está um guia rápido:

    • Refogue e coma 1 xícara de milho seco e um fiozinho de azeite em uma panela média em fogo baixo até sentir um leve aroma de nozes. (Você pode pular esta etapa e apenas adicionar o painço à água fervente, mas isso ajuda a tornar o produto final mais robusto em sabor.)
    • Adicione 2 xícaras de água e aumente o fogo para médio.
    • Adicione sal a gosto. Só use uma pitada se você for cobrir o milho-miúdo com uma proteína salgada, ensopado ou molho.
    • Leve a panela para ferver, tampe e reduza para ferver por cerca de 25 minutos.
    • Assim que o painço terminar de cozinhar, ele ficará macio e os grãos individuais parecerão maiores. Retire a tampa, afofe com um garfo e desligue o fogo. Sirva quando estiver frio o suficiente para comer.


    A parte mais doce de qualquer refeição formal é a sobremesa, e saborear um pedaço doce para terminar o Seder da Páscoa não é diferente. Talvez você tenha receitas de família que foram transmitidas a você, incluindo clássicos da Páscoa, como bolos de chocolate sem farinha e macarons semelhantes às deliciosas amêndoas com sabor de laranja mostradas aqui. Embora as queridas receitas de família sejam indubitavelmente maravilhosas, às vezes você quer sacudir as coisas com novas variações de tradicionais pratos da Páscoa. Se você está procurando novas receitas deliciosas para adicionar ao seu repertório, você veio ao lugar certo. Depois de experimentar nossas sobremesas de Páscoa, você vai querer prepará-las todos os anos e elas são muito boas!

    Em primeiro lugar, como qualquer pessoa que comemora já sabe, as sobremesas da Páscoa não podem incluir farinha de trigo ou ingredientes lácteos se você estiver servindo um menu kosher. Com isso dito, eles podem estar cheios de frutas frescas, frutas secas, gengibre, mel, chocolate e outros sabores tentadores. Cada uma das receitas a seguir se encaixa na conta do feriado. Se você está procurando uma nova versão de um bolo sem farinha que todos vão gostar, nosso Bolo Chiffon de Coco é uma opção leve, delicada e absolutamente deliciosa. Usar claras de ovo batidas e óleo de coco como aglutinante mantém este bolo de acordo com as restrições dietéticas e mdashit é a mesma abordagem usada para fazer nossa torta de amêndoa, que também pode ser feita com margarina kosher pareve em vez de manteiga.

    O coco também estrela o clássico da Páscoa que é o macaroon, e temos receitas que trazem uma fina camada de chocolate fino para um toque extra de doçura. Se você quiser servir uma sobremesa à base de frutas, experimente nossa torta de amêndoa e coco, que é recheada com um recheio delicioso feito com cream cheese de soja. Procurando um doce lúdico para encerrar sua refeição de Natal? Criamos receitas que usam matzá de maneiras interessantes, incluindo uma crosta de torta esfarelada que vem junto com apenas cinco ingredientes.


    Cozinhar um bife de alta qualidade em casa pode parecer uma tarefa difícil, mas graças a este guia você & # 8217 em breve será capaz de criar um que seja perfeitamente cozido por dentro, com uma crosta escura e saborosa e é suculento com um grande e ousado bife sabor. Os segredos do sucesso são: Selecionar os cortes, classes, espessuras e técnicas adequadas. Veja como você pode elevar seu jogo ao nível de uma churrascaria e deixar seus convidados em deliria.

    Em resumo: selecionar o bife certo, prepará-lo e cozinhá-lo

    1) Compre o melhor grau de bife. Você quer algo que tenha filigranas de gordura entrelaçadas na carne chamada marmoreio. A nota mais alta na maioria dos mantimentos é USDA Choice ou Certified Angus, que é USDA Choice ou superior. Se você puder fazer um pedido especial, e se puder pagar, compre carne USDA Prime ou Wagyu.

    2) Selecione a espessura adequada. O olho de lombo de grau com osso de 1.5 & # 8243 grosso é o meu favorito.

    3) Salmoura seca. Com cerca de duas horas de antecedência, salpique generosamente os dois lados e coloque de volta na geladeira. Deixe o sal derreter e ser colocado na carne. O sal amacia e aumenta o sabor. Sem pimenta ainda.

    4) Pré-aqueça. Prepare uma grelha para cozinhar em 2 zonas com um lado escaldante e o outro cerca de 225 ° F, sem recipientes de água. Se você não está familiarizado com o conceito de cozimento em 2 zonas, agora é a hora de aprender esta técnica crucial.

    5) Cozinhe o interior. Coloque a carne do lado indireto, com a tampa para baixo. Adicione madeira ao carvão. Isso permite que o interior da carne devagar aquece uniformemente e evita a formação de faixas de cores com camadas externas escuras. Isso o torna mais macio enquanto cozinha lentamente e adiciona sabor de fumaça. Quando você cozinha quente e rápido, não há tempo para a fumaça fazer sua mágica.

    6) Flip. Fique perto de sua churrasqueira e verifique a temperatura da carne a cada 5 minutos ou mais com um termômetro termopar muito rápido de sonda muito fina. Vire-o quando chegar a cerca de 95 ° F. Você não precisa ser preciso nisso. NÃO confie no toque até que você seja muito experiente.

    7) Prepare-se para selar. Quando atingir o interior de 115 ° F, deixe o lado quente o mais quente possível. Retire a carne e acrescente mais brasas acesas, se necessário. Ou coloque as brasas mais perto da grelha de cozimento. Ou acenda os queimadores. Agora, seque o exterior com toalhas de papel. Não se preocupe se você está desperdiçando suco. Algumas gotas perdidas não farão mal em nada. Precisamos que a superfície seque para a próxima etapa, caso contrário, iremos vaporizar a superfície, não chamuscá-la. Agora pinte a carne com gordura de carne fundida, manteiga clarificada (a manteiga inteira contém muita água) ou óleo vegetal. Isso evita que grude na grelha, frita a superfície e realça o sabor.

    8) Sear. Agora mova-o para a parte mais quente da grelha e deixe a tampa aberta. Queremos que a tampa seja retirada para que o calor se concentre no exterior de um lado de cada vez. Estamos trabalhando do lado de fora agora, não do lado de dentro. Sele a parte externa de um lado por 3 a 5 minutos, checando com frequência e mexendo um pouco para evitar que marcas de grelhado queimem a carne. Isso deve dar a você um exterior escuro e saboroso. Quando tiver a cor certa, pinte o topo com óleo e vire a carne. Bata no lado escuro com óleo e alguns grãos de pimenta-do-reino. Nós apimentamos mais tarde no jogo para que a pimenta não queime, mas os óleos quentes extraem seu sabor.

    9) Sirva simples. Não há necessidade de descansar a carne. Sem molhos extravagantes. Faça no máximo um molho para tabuleiro. Meus acompanhamentos favoritos são Salada de Batata Francesa Quente e Feijão Verde Francês Crocante com um vinho tinto grande.

    Um mergulho mais profundo, começando com os cortes

    As churrascarias de primeira linha servem os melhores cortes, geralmente da costela e do lombo, ao longo da espinha do boi. Eles também são os mais caros: lombo, porterhouses, T-bones, strip steaks e cortes de filé mignon como chateaubriand e filé mignon. Você pode fazer refeições deliciosas com o lombo, redondo, flanco, mandril e outros cortes, mas esses músculos não são tão sensíveis.

    Minhas preferências são o lombo e strop. Eles são os melhores cortes combinados de sabor e maciez. Ambos vêm principalmente do mesmo músculo, o longissimus dorsi, então discutir qual é o melhor é como debater qual lado do Sergeant Pepper & # 8217s é melhor. Muitas pessoas preferem a carne do lombo porque é mais macia, mas eles também são mais magros do que o lombo, então não têm o sabor que a gordura traz para a festa.

    Clique aqui para saber mais sobre a Ciência do Corte de Carne.

    Graus de carne

    Refiro-me às melhores churrascarias como churrascarias de primeira porque USDA Prime é o tipo de carne servido nas melhores. Você não encontrará o Prime em churrascarias com descontos em estacionamentos de shopping centers ou na maioria dos mantimentos. A carne bovina USDA Prime é selecionada porque tem muito marmoreio, finos grãos finos de gordura que se entrelaçam nas fibras da proteína. Você pode ver isso. A maioria dos Prime vai para restaurantes.

    Wagyu é uma raça especial de carne bovina que produz uma carne altamente marmorizada e saborosa. É ainda mais raro que o Prime, mas está ganhando distribuição. A mais rara de todas é a carne genuína japonesa, como Kobe, que é quase gorda demais e custa tanto quanto um carro pequeno. Se você não conseguir encontrar o Prime na loja e puder pagar, pergunte aos seus açougueiros. Se você puder avisar com uma semana de antecedência, eles podem fazer o pedido. Wagyu está facilmente disponível online.

    O próximo grau abaixo do Prime é o USDA Choice, e Choice é comum em supermercados. Mas nem todas as opções são iguais. Não basta pegar qualquer bife velho do balcão de carnes. Peça ajuda aos seus açougueiros. Explique que você tem um jantar especial e quer os cortes mais bonitos que eles possam encontrar. Frequentemente, eles ficarão satisfeitos em procurar na sala dos fundos por um pedaço de carne particularmente bonito ou corte personalizado exatamente o que você deseja. Eu fiz alguns bifes matadores com a carne Choice.

    Clique aqui para ler meu artigo sobre Beef Grades & amp Labels. Tenho links para alguns fornecedores de grande reputação em nossa página de alimentos artesanais.

    Espessura do bife

    Para esta técnica, cortes de 1 1/2 & # 8243 a 2 & # 8243 de espessura são melhores, mas a maioria dos supermercados não vende bifes dessa espessura. Você tem que obter um corte personalizado. O método para cozinhar bifes grossos é muito diferente do método para bifes finos. Este é um conceito crucial e, se você pensar bem, faz sentido. Portanto, costumo dizer ao meu açougueiro que quero & # 8220 lombo de lombo desossado, do centro do assado, com a maior quantidade de marmoreio que puder encontrar, 1 1/2 & # 8243 de espessura, e tente fazer todos os bifes com a mesma espessura. & # 8221

    Planeje com 3/4 libra por adulto para o bife com osso e 1/2 libra por adulto para o bife desossado. Se sobrar comida, eles podem ir para casa com os convidados ou fazer uma aparição em um sanduíche ou salada na noite seguinte.

    Tempero

    Algumas churrascarias nobres usam uma mistura secreta de ervas e especiarias, a mais famosa sendo Lawry & # 8217s Seasoned Salt. Mas muitas churrascarias de primeira usam apenas sal e pimenta, e algumas usam apenas sal. Eu nunca vi um marinar a carne. Por quê? Os temperos ficam na superfície e o calor escaldante os incinera. As marinadas mascaram os sabores naturais do bife, não penetram muito, não amaciam muito e, se a superfície da carne estiver molhada, o calor cria vapor e evita a formação de crosta. Clique aqui para ler mais sobre como as marinadas funcionam e como não funcionam.

    Em casa, salmoura seca salgando os bifes generosamente em ambos os lados pelo menos uma ou duas horas antes de cozinhá-los e colocá-los de volta na geladeira. O sal ajuda a proteína a reter a umidade, além de realçar o sabor. Nas fotos aqui você pode ver o sal na superfície. Em 20 minutos, você pode ver a umidade derreter o sal e, em pouco tempo, o sal já se moveu para a carne. Veja as fotos de bifes em salmoura em outras partes desta página.

    Como secar salmoura

    A menos que seu médico o proíba de usar sal, use-o. Realmente traz à tona os sabores. O sal é um amplificador. Também é um aniquilador. Adicionar a quantidade certa ampliará o sabor da carne. Adicione muito e não será comestível. Ele também retém a umidade e desnatura as proteínas, tornando a carne mais macia e suculenta.

    Salmoura é um método de adicionar umidade e sal, mergulhando a carne em água salgada. Mas muita água pode inchar um bife e diluir sua musculatura. Então, aqui está uma técnica popularizada pela Chef Judy Rodgers de San Francisco e o famoso Zuni Cafe do # 8217. É ilustrado nas fotos de um olho-de-lombo desossado, acima. Clique aqui para ler mais sobre salmoura a seco.

    1) Uma ou duas horas antes de cozinhar, seque bem a carne com uma toalha de papel. Polvilhe sal nos dois lados da carne. Coloque de volta na geladeira. Se você tiver uma pequena grelha de arame que pode segurar a carne acima de um prato para que o ar circule, melhor ainda. Caso contrário, vire a carne após 30 a 60 minutos.

    2) O sal retira a umidade que o dissolve. Viu como a carne ficou brilhante com a umidade na imagem do meio?

    3) A carne reabsorve a umidade (e grande parte dos sucos que vazaram) trazendo o sal com ela. Observe como a cor da gordura à direita mudou onde o sal foi absorvido.

    Vídeo: Como funciona a salmoura a seco

    Aqui está novamente um vídeo de lapso de tempo:

    Carvão ou gás? É o calor que mais importa, não o combustível

    A maioria das churrascarias nobres assar sua carne com chamas abertas de cima, não de baixo, alimentada por gás, não carvão ou madeira, e eles podem atingir temperaturas de 800 a 1000 ° F. À direita, você verá a grelha na David Burke & # 8217s Primehouse em Chicago. Eles têm uma equipe talentosa de chefs, um touro Angus de raça pura em Kentucky que reproduz toda a sua carne e um armário de envelhecimento impressionante forrado com o que eles dizem ser blocos de sal de 800 anos do Himalaia.

    Em churrascarias de primeira, como a Primehouse, a carne fica em grelhas que permitem aos cozinheiros elevá-la e baixá-la se quiserem que a carne fique mais perto ou mais longe do fogo. Existem alguns que usam grades com chamas de baixo, e ainda menos que usam carvão. A maioria não gosta de fogo vindo de baixo porque surtos de gordura que podem queimar a carne. Sim, a vaporização dos pingos pode contribuir para o sabor, mas seu impacto é mínimo, especialmente quando você considera o curto tempo que leva para cozinhar a maioria dos bifes.

    Quero todos vocês, durões de carvão, que juram que não podem grelhar com gás, para notar que quase todas as melhores churrascarias assam de cima em temperaturas muito altas com gás, então claramente o segredo de tostar bons bifes é a temperatura, não a ferramenta. A lição é que, se você consegue aquecer o suficiente uma grelha a gás, também pode selar bifes com carvão. O problema é que a maioria das churrasqueiras a gás não atinge temperaturas de carvão.

    Obtendo os mesmos resultados em casa

    A solução é usar duas temperaturas de cozimento, uma para o interior e outra para o exterior. Começaremos assando a carne com fumaça de baixa temperatura com a tampa para baixo e levemos suavemente até cerca de 115 ° F para que a carne permaneça uniforme no calor e na cor. Em seguida, vamos movê-lo em fogo alto com a tampa para cima e escurecer o exterior rapidamente, virando com freqüência, para que não acumule energia e cozinhe demais o interior. Este método é chamado de & # 8220sear reversa & # 8221 ou & # 8220sear na parte traseira & # 8221.

    A selagem reversa produz carne mais macia, pois o fogo baixo não agrupa as proteínas. Também permite que a fumaça faça sua mágica e permite que as enzimas amaciem a carne. O cozimento em alta temperatura é rápido demais para que a fumaça dê sabor à carne. Também pode proporcionar uma superfície mais crocante porque a carne é servida após sair do fogo alto. Mas esse método é um pouco complicado porque você absolutamente deve ter um termômetro preciso e realmente precisa praticar para acertar o tempo. Clique aqui para ler mais sobre o conceito e assistir a um vídeo divertido do Chef Jamie Purviance e o cozinheiro Meathead duelando com bifes grelhados dos dois lados.

    Agora, uma palavra sobre marcas de grelha. As marcas da grelha são causadas pelas grelhas de metal que escurecem a carne onde entram em contacto com a superfície. O metal aquece rapidamente e conduz o calor para a superfície mais rapidamente do que o resto da superfície que cozinha por calor radiante (veja meu artigo sobre a termodinâmica do cozimento). Marcas grelhadas são saborosas e crocantes, e têm uma ótima aparência (ralar?). Mas o objetivo é deixar toda a superfície tão escura quanto as marcas da grelha. Se as marcas da grelha têm um sabor maravilhoso, porque não dar o mesmo tratamento a toda a superfície?

    Portanto, o objetivo é dar a tudo um tom marrom mogno ainda mais profundo, o mais escuro possível, sem carbonizar. Para mais informações, leia meu artigo sobre marcas de grelha.

    Para este nível de controle, você precisa calibrar sua churrasqueira.

    Faça o seu próprio & # 8220Beef Love & # 8221

    O chef Rick Gresh mantém uma xícara ao lado de sua grelha com o que ele chama de & # 8220beef love & # 8221, gordura derretida de carne cortada de seus bifes envelhecidos. Gresh pinta os bifes com ele antes de irem para a sala de jantar. Eu levei seu método um passo adiante. Eu pinto a carne com amor de boi antes de ir para o fogo direto, bem como antes de servir. Realça o escurecimento e traz ótimo sabor para a festa.

    Para fazer seu próprio amor com carne, peça ao açougueiro meio quilo de sebo, o termo que eles usam para se referir à gordura da carne. Açougueiros cortam quilos disso todos os dias e jogam fora. Não vai custar nada. Leve para casa, corte em cubos cerca de 1/2 e # 8243 e coloque-os em uma panela em fogo médio a médio baixo. Coloque a tampa. Depois de alguns minutos, você verá sebo (sebo líquido) na panela. Caso contrário, aumente um pouco o fogo. Após cerca de 30 minutos, a maior parte da gordura terá derretido. Haverá alguma matéria fibrosa que não derrete, apenas jogue fora. Despeje o sebo em uma garrafa pesada, deixe esfriar e solidificar e guarde no freezer. Vai durar meses.

    Quando chegar a hora de cozinhar seus bifes, tire uma ou duas onças e derreta em uma panela pequena. Você pode até derreter na grelha.

    Como alternativa, tive muita sorte usando gordura de bacon, gordura de pato e gordura de ganso como amor de vaca.

    Cozinhar um bife em uma pequena grelha

    Você pode fazer a mesma coisa em uma pequena churrasqueira a gás de um único queimador, em uma churrasqueira a carvão portátil ou em uma grelha a pellet indireta. Comece a cozinhar o interior cozinhando em temperatura baixa com a tampa para baixo. Em seguida, aqueça o grelhador o mais quente possível e cozinhe o exterior com a tampa para cima.

    Posso fumar bifes?

    Sinta-se à vontade, mas pessoalmente, não ligo para o sabor. Você pode fazer a primeira parte da selagem reversa em um fumante e, em seguida, selar a crosta, mas por algum motivo aquele sabor de fumaça não funciona para mim. Isso apenas mascara a corpulência.

    Acompanhe seus bifes

    Eu amo esses marcadores de bife de bambu. Eles vêm em um pacote de 500 e incluem cinco temperaturas: raro, médio raro, médio, médio bem e bom. Eles têm 3,5 & # 8243 de comprimento e você insere suas pontas afiadas na lateral do bife para que a carne possa ser virada facilmente. Se eles não queimarem, você pode lavá-los e reutilizá-los.

    O grande chef e educador Bruce Aidells, autor de uma série de livros de receitas soberbos, incluindo o The Great Meat Cookbook, produziu uma série de vídeos detalhados e polidos sobre bife, cobrindo tudo, desde a seleção da carne até cozinhá-la. É um conjunto de sete vídeos lindamente produzido, começando com a seleção e compra de carne bovina e repleto de dicas. É produzido pelo site crafty.com e eles têm uma excelente plataforma de aprendizagem para assistir a vídeos educacionais onde você pode fazer uma pausa e voltar no dia seguinte para o ponto exato em que parou, um lugar para fazer anotações, materiais de estudo, discussão, receitas, etc. Clique aqui para uma prévia.

    Se você gosta deles de médio a médio

    Nem todo mundo gosta de seus bifes no lado vermelho. Para quem gosta de carne cozida no meio ou mais, use bifes mais finos.

    Para bifes finos, use o método de prato giratório

    A selagem reversa funciona apenas em cortes mais grossos. Para bifes 1 & # 8243 ou menos, e meu método & # 8220turntable & # 8221 funciona perfeitamente. Ele funciona até mesmo em bifes de saia para fajitas. Os objetivos são os mesmos, um centro escuro, crocante e macio, suculento, médio-raro. Mas como a carne é mais fina, o caminho é diferente.

    1) Temporada. Sal e pimenta a carne dos dois lados com uma ou duas horas de antecedência para que o sal possa penetrar.

    2) Seco. Certifique-se de secar a carne com toalhas de papel antes de colocá-la. A umidade cria vapor e evita o escurecimento.

    3) Óleo. Cubra a carne com uma fina camada de gordura. Pode ser transformada em gordura bovina, manteiga clarificada ou óleo vegetal. Lubrificar a carne é melhor do que lubrificar as grelhas. Quando o óleo rala, ele vaporiza quase que instantaneamente e pode criar um cheiro acre. Quando a carne untada com óleo chega à grelha, a carne fria evita que queime e o óleo esquenta rapidamente e transmite o calor. Ele fritará levemente a superfície e ajudará a criar a crosta. Não use manteiga não esclarecida. Ele contém muita água.

    4) O lado A. Você ainda deve configurar para o cozimento de 2 zonas para ter uma zona segura para bifes que terminam rapidamente. Obtenha o lado direto gritando quente. Levante o carvão logo abaixo da superfície de cozimento. Deixe a tampa aberta. Coloque a carne sobre a parte mais quente da grelha. Mantenha este lado para baixo, mas, como um disco de vinil girando em uma plataforma giratória, gire-o levemente a cada 30 segundos para evitar que as grelhas fiquem marcadas e queimam a superfície e para permitir que todas as partes da superfície dourem por igual. Você deseja que toda a superfície tenha um marrom escuro uniforme, sem marcas de grelha. Clique aqui para ler porque as marcas de grelhados não são desejáveis ​​em bifes.

    5) O lado B. Agora aqui & # 8217s onde as coisas ficam estranhas. Quando você tem a crosta perfeita de um lado, o calor está penetrando e o centro está quase perfeito. Se você virar a carne e selar o outro lado escuro, vai cozinhar demais e destruir o bife. Então vire a carne e cozinhe o segundo lado por apenas 1 minuto! Isso é mais do que tempo suficiente para matar qualquer contaminante na superfície. Como um disco de vinil antigo, o lado B pode não ser tão bom quanto o lado A, ele será bronzeado, não marrom, mas o lado A e o centro serão perfeitos.

    6) Sirva. Retire a carne e sirva imediatamente. Não deixe a carne descansar. Carne em repouso é provavelmente um mito que você pode ver desafiado aqui.

    O que fazer quando o bife sair da grelha

    Não há necessidade de descansar a carne. Está provado que isso não faz nada para melhorar a suculência. Não deixe esfriar e perder a crosta. Sirva quente. As melhores churrascarias gostam de deixar a carne falar por si mesma. Você não vê churrascarias de primeira linha colocando A1 na mesa e, se pedir, ouça xingamentos na cozinha.

    Algumas churrascarias gostam de colocar um pouco de manteiga na superfície para adicionar untuosidade, às vezes é até manteiga com ervas ou manteiga com chalotas ou cogumelos. Some chefs like to sprinkle large grain salt on the meat just before serving so you occasionally get big pops of salt. It’s a nice sensation, unless you encounter a bolder sized grain that breaks a tooth, but because this meat has been dry brined, and the salt is evenly distributed throughout, you could easily oversalt if you use a finishing salt just before serving.

    If you absolutely have to dress up your steaks, try to keep it simple. My favorite is a Board Dressing. Rich red wine sauce is a classic, as is horseradish cream sauce, or chimichurri, but I prefer to save them for leaner cuts like flank steak or sirloin. I have a Japanese friend who once presented me with a great steak with tangy green wasabi paste, the horseradish-like root. I liked it a lot, but it seriously masked the natural goodness of the meat. In Argentina, herbaceous chimichurri sauce is everywhere. Caramelized onions, grilled onions, grilled mushrooms, grilled red peppers, are also popular garnishes.

    Some prime steakhouses, like Peter Luger in Brooklyn, cuts the meat off the porterhouse, slices the strip thin across the grain, and then reassembles the whole thing on the platter. This is also a nice approach if you have huge steaks and one person cannot eat a whole steak.

    As you eat the first steak you cook with this method, you might discover that it is a little over or under cooked for your taste. Don’t be discouraged. Adjust the procedure to accommodate your tastes. You know how to get to Carnegie Hall.

    What to serve with your steak

    Let the steak be the center of the show. Meat and potatoes are an unbeatable combo, although rice is nice and couscous is cool. Try my really simple Warm French Potato Salad. Keep the veggies simple, like my Crunchy French Green Beans, or, since the grill is primed and ready, go for Grilled Asparagus.

    Two things I insist on with my steaks: A big red wine and good friends.

    Carving big steaks

    Ribeyes, strips, and T-bones/porterhouses (porterhomes?) are bigger than ever because of improved breeding and feeding. Once upon a time such a steak was a big meal for one, but nowadays, if it is cut thick, even after shrinkage, a whole steak is more than a normal person can or should be eating at a sitting, unless he has just returned from the space station.

    For example, Allen Brothers is selling 26 ounce (2″ bone-in) and 22 ounce (1.5″ bone-in) ribeyes (they’re fabulous). Their 1.5″ boneless is 16 ounces. Their porterhouses (tail on) are 2″ and weigh 36-38 ounces.

    Sooooo, if that is the case, one ribeye is a good portion for two people and a porterhouse, after boning could be enough for three people. So the question then is, how to divide it?

    First of all, I must confess, I usually cook a whole steak for each adult, and if there are leftovers, I insist they take them home. Then when I need help moving, I can call on them to help.

    I slice my cold leftovers and make a steak sandwich or more often put the slices on a salad.

    If I am serving wagyu, which is sooooo rich, I carve the steaks.

    Ribeyes and strips have two problems to be solved. The bone, and the rib cap.

    I normally prefer boneless ribeyes because the bone adds zero flavor and if I cook it properly the meat next to the bone can often be undercooked a bit. If I am dividing it for two, the bone just gets in the way and then I have to arm wrestle my wife to see who gets to gnaw on it and I’m tired of losing.

    Besides, I hate paying the same price for bone as for meat. Also, although I never cook steaks indoors, even in winter, if you cook in a pan the bone can prevent the meat from contacting the pan and browning properly.

    This leaves the problem of the rib cap, or the spinalis, the crescent shaped muscle that wraps around about 1/3 of the longissimus, the eye of the ribeye. The rib cap is more marbled than the eye, and because it is on the outside it usually is overcooked. That’s a shame because I think it is the best muscle on the animal.

    I solve both problems by buying bone-in rib roasts. I then remove the rib rack, and that’s a meal right there. I smoke the back ribs Texas style. Then I remove the spinalis, and that’s a separate meal. It looks a bit like a salmon filet, and It can be grilled as such, or rolled.

    That leaves the long tube of longissimus, the eye of the ribeye, and I cut that in 1.5 to 2″ steaks. The muscle tapers a bit, so the thin end is a good portion for one. The fat end is a big portion, and after cooking, slicing it is no problem because the spinalis is gone. I just cut it into strips about 3/4″ thick. Guests can easily cut that thickness into bite-size chunks. I collect the juices in a gravyboat.

    Here’s a 1″ ribeye with a Board Sauce which is simply chopped herbs and olive oil. To get the meat juices to mix with the board sauce, I carve it.

    Porterhouses and T-bones. I do it the Peter Luger method (below). Run the knife along the bone, remove the strip and filet, slice them in 3/4″ slices, reassemble them and slide them back along the bone, and serve. I bring the board around the table and they can stab whatever they want. It is an impressive presentation.


    Cracking the Starbucks Code: Easy Homemade Sous Vide Egg Bites

    Earlier this year, Starbucks introduced Sous Vide Egg Bites to the menu in response to customers’ requests for non-bready breakfast options. The Starbucks recipe development team chose sous vide cooking to devise a lineup of new breakfast recipes. And so, the sous vide egg bite was born. This also resulted in home cooks everywhere wanting to create their own versions. Food nerds everywhere fired up their Anova sous vide machines and begin deconstructing the recipe to recreate their own versions of these tasty breakfast bites.

    Why Sous Vide Egg Bites?

    Sous vide allowed Starbucks to provide a healthier breakfast alternative. It also enabled them to cook egg bites to perfectly velvety, creamy textures, every time. Starbucks can easily cook the sous vide egg bites, freeze them, then later reheat them to the exact same temperature without compromising the quality or texture! A sous vide immersion circulator like the Anova Precision Cooker makes it possible to cook sous vide at home. The device heats and circulates water to a precise temperature–down to the tenth of a degree. This guarantees consistent, perfectly-cooked results.

    The Crowd Goes Wild for Sous Vide Egg Bites

    These admittedly delicious bites took Starbucks and social media by storm. Our #anovafoodnerd community began experimenting as well and shared countless sous vide egg bite recipes that they’d created with Anova and inspired us to do a little experimenting ourselves. The first day we tried to order the egg bites at Starbucks, they were out of the egg white & roasted pepper option entirely. By 9am on a weekday, they had all been scooped up! Once we got our hands on the bacon & gruyere egg bites, we knew that with the help of the #anovafoodnerd family, we would be able to figure out how to make the ultimate collection of homemade sous vide egg bite recipes.

    Egg-sperimenting with the #anovafoodnerd Family

    Jen Stone, one of our amazing #anovafoodnerd community members, was one of the first to crack the code. Known as @ketobabe on Instagram, she kept us posted with plenty of photos of her experiments and the resulting recipes for her sous vide egg bites. For her recipe, Jen suggested whisking together 10 – 12 eggs plus 1 – 1.5 cups of cream. She then poured this mixture into 125ml canning jars with a multitude of fillings and dropped into a 172ºF/77.8ºC bath with the Anova Precision Cooker attached for 90 minutes. The egg cups came out beautifully, and the discussion after that post was absolutely inspiring. It was clear that everybody wanted the ability to make these creamy, dense, cheesy little sous vide egg bites at home. But, they were looking for exact measurements and answers about reheating.

    From Starbucks to the Anova Test Kitchen to Your Kitchen

    • Bacon + gruyere + egg + salt
    • Bacon + gruyere + egg + milk + salt
    • Bacon + gruyere + egg + heavy cream + salt
    • Bacon + gruyere + egg + neufchatel cheese + salt
    • Gruyere + egg + neufchatel + salt
    • Cottage cheese + egg white + roasted red pepper + green onion + salt + pepper
    • Cottage cheese + neufchatel cheese + egg white + roasted red pepper + green onion + salt + pepper
    • Egg + dairy-free pesto + bacon + roasted red pepper + green onion + salt
    • Egg + broccoli + white onion + garlic + roasted red pepper + salt + pepper

    We expected clear “winners” among all of the sous vide egg bite experiments. In actuality, every single one was mouthwateringly delectable. We sampled the Starbucks *after* we had tried our own version and every person who was able to make the comparison noticed the “extended-shelf-life” flavor that the purchased versions had.

    We used small jars for these, but you can also use a muffin tin. For the on-the-go mini-jars, check Amazon: Ball Mason 4oz Quilted Jelly Jars with Lids and Bands, Set of 12

    What Are the Benefits of Making Anova Sous Vide Egg Bites at Home?

    1. The Anova sous vide egg bites taste simple, fresh, and fulfilling.
    2. We were able to put any given flavor combination together in less than 5 minutes of prep time and an hour of cooking.
    3. Technically pasteurized, they should keep for several weeks in the refrigerator unopened – though we doubt they’ll last that long without being eaten!
    4. You can control the texture, from fluffy to custard-like, and they’re all scrumptious.
    5. Você pode personalizá-lo. This recipe gives you the power to accommodate almost any dietary restriction (provided no egg allergy). Bring on your Paleo, Keto, dairy-free, low-carb, vegetarian masses – we’ve got you covered!
    6. Our most basic recipe has four whole-food ingredients. Their most basic recipe lists 8 major ingredients plus multiple starches and preservatives.
    7. You can cook a dozen sous vide egg bites at home for the same price as just ONE sous vide egg bite at Starbucks!

    The Winning Sous Vide Egg Bite Recipes

    Anova Sous Vide Egg Bites: Bacon & Gruyere

    Savory with bacon and rich gruyere flavor, this are easy enough to make for every day but something you could serve to guests for a decadent brunch. I like to make an entire package of bacon anytime I make it by laying it on a parchment-lined sheet tray and baking at 400ºF/205ºC for 16 – 20 minutes, but you’ll only need 3 pieces for this recipe. Keep extra on hand for other days, or when you’re ready to make more egg bites!

    Get the recipe for Anova Sous Vide Egg Bites with Bacon & Gruyere

    Anova Sous Vide Egg Bites: Egg Whites with Roasted Red Pepper

    These protein-packed egg white bites are rich in flavor from the roasted red pepper and green onion. You will look forward to breakfast more than ever before when you have these on hand to grab & go!

    Get the recipe for Anova Sous Vide Egg Bites with Egg Whites & Roasted Red Pepper

    Anova Sous Vide Egg Bites: Paleo Egg Bites

    It is rather infrequent to encounter a composed egg dish without dairy added, but I wanted to do just that as well as incorporate some of my favorite vegetables! This recipe brings superfood broccoli to the forefront alongside caramelized onions and roasted peppers. Tão bom!

    Get the recipe for Anova Sous Vide Egg Bites: Paleo Egg Bites

    More Handy Information

    • You can replace the cream cheese with 1/2 c of milk for a more flan-like texture, 1/2 c heavy cream for something richer and fluffier, more akin to savory creme brûlée.
    • For the Paleo option, we also tested a recipe with bacon, red pepper, onion, and 2 Tablespoons of dairy-free pesto from our sauce post. It was SUPER DELICIOUS!
    • To make twice as many egg bites, double the recipe! Or triple it if you want three times as many. This is a very easy-to-scale, simple recipe.
    • If you are not going to eat immediately, we do recommend chilling in an ice bath before putting in the refrigerator. This is not to “stop the cooking” as much as to ensure that the temperature in your fridge does not increase and affect the quality of your other foods.
    • To reheat, you have multiple options. You can warm in a 140ºF/60ºC bath for 15 minutes, you can pop into the microwave for 30 – 60 seconds, or you can toast under the broiler. And this may be a little early to share, but the Anova Precision Oven is going to be IDEAL for warming these egg bites up with its complete control of both heat AND humidity!
    • While making your own variations, experiment! Feel free to try any fillings that you want! Our one piece if advice is this: for the smoothest consistency, always use a blender or food processor for the eggs and dairy (or dairy replacement) that you choose to use.

    Start Your Own Sous Vide Egg Bite Experiments

    Starbucks sous vide egg bites are super simple to make at home with a sous vide precision cooker. This nifty cooking tool isn’t just great for churning out breakfast bites that are better than the ones you get from the ‘Bucks. In fact, it’s also a wicked good way to make steak, chicken, veggies, and so much more. Learn more about the cooking device that’s changed the way a million people cook around the world, the Anova Precision Cooker.

    "This recipe is wonderful! I've made the batter into a Bundt cake, muffins and as a loaf. It really doesn't matter which way you bake it, it's amazing! I let the cake sit for 24 hours, as it really gives a chance for the strawberries to meld in with the baked ingredients, so that it's moist and perfect.”


    A pitcher of one of these delicious springtime cocktails can go along way, especially when it gets placed on a picnic table! Whether you are looking for the perfect spring wedding cocktail, a mothers day celebration or maybe a baby shower drink, these refreshing spring cocktails are sure to fit the bill!

    We’ve done our best to include recipes here that use a range of alcohols. So whether you are a vodka, gin, whiskey, rum, or tequila kinda lady you will find a cocktail here t hat will be equal parts easy & delicious!

    Blackberry Lavender Champagne Cocktail

    This champagne cocktail gets a unique twist with a simple blackberry and lavender sauce that is super easy but looks stunning! Perfect for entertaining with delicious real ingredients. Obtenha a receita aqui.

    Gota de framboesa e limão

    This is such a simple and fun spring cocktail! Raspberries, lemon and a hint of fresh thyme make one of the best spring cocktails out there! Completely refreshing! Obtenha a receita aqui.

    Blood Orange Champagne Cocktail

    This blood orange champagne cocktail is what you want if you are looking for the perfect spring champagne cocktails! Blood oranges are still at the tail end of their season and lend this beautiful ruby color to your drink! Obtenha a receita aqui.

    Peach Bellinis

    Peach Bellinis are here to claim the title of king of brunch! Mimosas are soooo last season! Frozen peaches lend their flavor here so you can totally sneak these in as a spring drink. Make them with fresh peaches as the summer comes on fully! Obtenha a receita aqui.

    Boozy Lavender Lemonade

    Lavender and lemon, the perfect Spring flavor combination! These Lavender Lemonades are sure to be your new favorite way to relax this Spring! Made with vodka the alcohol blends right in making these as easy to drink as a hard lemonade but the lavender amps up all the complexity! Obtenha a receita aqui.

    Pink Champagne Margaritas

    This drink just screams spring! These would be absolutely perfect to pair with your first grilling meal of the season. The perfect combination of pink lemonade and margarita, these are heavenly and oh so refreshing! Obtenha a receita aqui.

    Easy Pina Colada Recipe

    There is something about pineapple and coconut that can transport you to a tropical paradise even if you can’t escape. A perfect spring cocktail to get you thinking about summer vibes! Pina Colada Recipe.

    Grapefruit Mint Mojitos

    Grapefruit Mint Mojitos are the perfect tasty twist to an old classic! Relax and refresh yourself with one of these tasty Spring Cocktails tonight! Obtenha a receita aqui.

    Cherry Blossom Cocktail

    Spring is here! That means gorgeous budding flowers and what better way to get in the Spring Cocktail spirit than with a few of these Cherry Blossom Cocktails? Obtenha a receita aqui.

    Sweet Georgia Peach Smash

    The perfect sweet flavors for a refreshing spring cocktail! These Sweet Georgia Peach Smash drinks are crazy delicious but they sure pack a punch! Obtenha a receita aqui.

    Blueberry Gin Sour Cocktail

    Blueberry Gin Sour Cocktails, these are a sure winner at your next BBQ! Can’t wait? They are perfect for your backyard picnic table too! Obtenha a receita aqui.

    Rose Lemon Spritzer

    Yummm! These Rose Lemon Spritzer cocktails are all the delicious flavors of the garden all jammed into one tasty glass! These are so pretty and would make an amazing baby shower cocktail ! Obtenha a receita aqui.

    Strawberry Chamomile Paloma

    Strawberries are the perfect Spring snack and if you have a few extra growing in your garden, you might consider using them for one of these amazing Strawberry Chamomile Palomas tonight! Obtenha a receita aqui.

    White Peach Margaritas

    White Peach Margaritas, as easy to make as they are easy to put away! This refreshing Spring Cocktail is sure to be a winner at your picnic table tonight! Obtenha a receita aqui.

    Sparkling Fruit Sangria

    The extra bubbly nature of this Sparkling Fruit Sangria makes for one amazingly delicious combination of dessert and refreshment! This is Spring Cocktail perfection! Obtenha a receita aqui.

    Modern Mai Tai with Hibiscus and Thyme

    Spruce up your Spring Cocktails with this tasty twist on an old classic! These Modern Mai Tai with Hibiscus and Thyme are sure to kick your taste buds into high gear tonight! Obtenha a receita aqui.

    Cucumber Kiwi Gimlet

    Take your cucumber water to the next level tonight! This Cucumber Kiwi Gimlet is a grown-up refreshment right here! Obtenha a receita aqui.

    Rose Water Cointreau Fizz

    These Rose Water Cointreau Fizz cocktails are light and refreshing and the perfect evening pick-me-up for a warm Spring day like today. Obtenha a receita aqui.

    Pomegranate Thyme Fizz Cocktail

    Pomegranate Thyme Fizz Cocktails are sweet and aromatic, perfect for relaxing under the shade of your backyard tree on a gorgeous day like today! Obtenha a receita aqui.

    Vodka Pear Lavender Lemonade

    Why has no one ever thought of mixing pears into lemonade before? This amazing Vodka Pear Lavender Lemonade recipe is guaranteed to please on the back porch tonight! Obtenha a receita aqui.

    Germain Kumquat Cocktail

    The perfect mix of sweet and bitter, these Germain Kumquat Cocktails are the perfect way to relax and refresh yourself after a long day! Obtenha a receita aqui.

    Smoking Rose Paloma

    These delicious Smoking Rose Palomas are here to steal the show tonight! This refreshing Spring Cocktail is the perfect way to end your day! Obtenha a receita aqui.

    Smoking Rose Paloma

    These delicious Smoking Rose Palomas are here to steal the show tonight! This refreshing Spring Cocktail is the perfect way to end your day! Obtenha a receita aqui.

    Strawberry Jalapeno Lime Daquiri

    Spring is strawberry season and there’s nothing better than a good frozen strawberry daiquiri! Obtenha a receita aqui.

    Lemon Drop Martini

    This is the perfect spring cocktail with vodka and a zesty lemon simple syrup! It’s like drinking pure spring sunshine! Obtenha a receita aqui.

    Tropical Orange Blossom Cocktail

    Let’s be honest, 2020 and 2021 have been a bit of a doozy. Pour yourself this tropical escape cocktail and sail away in your mind even if you can’t go on vacation yet! Obtenha a receita aqui.

    Rhubarb Blush Sour

    If you love the taste of rhubarb like we do, then you are going to want to get your hands on one (or three) of these delicious Rhubarb Blush Sours after dinner tonight! Spring cocktails don’t get much tastier than this! Obtenha a receita aqui.

    Pineapple Dragon Fruit Margaritas

    Have you ever had a Pineapple Dragon Fruit Margarita before? If not, you are missing out on a Spring Cocktail recipe that is to die for! Get hooked on these tonight! Obtenha a receita aqui.

    Delicious Pomegranate Gin Cocktail

    Tangy and refreshing, what better way to take the edge off a long day than with one of these amazing Spring Cocktails? Try these Delicious Pomegranate Gin Cocktails for yourself tonight! Obtenha a receita aqui.

    These Fresh Spring Cocktails are all the best Spring flavors in one glass, fall in love at first sip tonight! Obtenha a receita aqui.

    Skinny Girl Cocktail

    This Skinny Girl Cocktail isn’t just for the ladies, anyone would love a big frosty glass of this tasty Spring Cocktail on a warm day like today! Obtenha a receita aqui.


    Dessert recipes for the Kentucky Derby

    Are you throwing a viewing party for the Kentucky Derby? Once you have your hat picked out, be sure to plan your menu. I highly suggest making mint julep cupcakes. They are inspired by the Derby’s signature cocktail and have a kick of bourbon in them as well! An easier, no bake recipe are my bourbon chocolate pecan truffles. Other popular desserts include chocolate pecan cookie bars e red rose cupcakes (for the Run of the Roses!)

    Whether you watch the Kentucky Derby every year or you are attending your first derby-themed party with friends, I promise you these mini derby pies will be a hit.


    Assista o vídeo: ASMR rocky mountain marshmallows (Janeiro 2022).