Receitas mais recentes

Marea: o mar no Central Park South

Marea: o mar no Central Park South


We are searching data for your request:

Forums and discussions:
Manuals and reference books:
Data from registers:
Wait the end of the search in all databases.
Upon completion, a link will appear to access the found materials.

O mar no Central Park South

Como “il mare” significa “mar” em italiano, Marea definitivamente possui o título. No entanto, alguns dos outros pratos do menu não correspondem aos altos padrões da seleção popular e, na melhor das hipóteses, podem ser considerados medíocres.

Resumo: extensa carta de vinhos, menu inspirado em frutos do mar, caro, seleção adicional de peixes / crustáceos crus

Pratos recomendados / populares: Ricci (Ouriço do mar), Polipo (polvo grelhado), Astice (Burrata de lagosta), Tortelli (Raviolli de lagosta), Spaghetti, Bistecca e Fusilli


Marea: santuário de frutos do mar é uma ótima pegada

O Chef Michael White está realmente confiante ou completamente fora de si. Hoje em dia, todo mundo está reduzindo e reduzindo os preços. Todos, exceto White e seu sócio Chris Cannon, que acaba de inaugurar o Marea, um restaurante de alto padrão de frutos do mar no Central Park South.

A sala de jantar principal é decorada com jacarandá de alto brilho, banquetas de couro chocolate, conchas revestidas de prata e carrinhos prateados forrados com licores. E o que é mais atraente na sala de jantar do Marea não é a decoração, é que as poltronas estão sempre cheias de convidados.

White e Cannon estabeleceram-se como donos de restaurantes sérios no Alto and Convivio, proeminentes restaurantes italianos em Manhattan. E em vez de reduzir o tamanho durante a recessão, eles expandiram seu império com um novo restaurante com 150 lugares.

O branco sempre foi conhecido pela culinária rústica e farta e pelo seu jeito com massas e carnes. No Marea, ele se aventura em frutos do mar e crudos delicados com um extenso menu de frutos do mar que rivaliza com a seleção do Milos e Le Bernardin.

Os preços também. Quando você está servindo frutos do mar, você realmente não pode se dar ao luxo de cortar a qualidade. O cardápio de Marea é repleto de peixes surpreendentemente frescos - lagosta e lula recheada de abobrinha com tomate assado, vieiras com laranja e rúcula e rigatoni com ragu de camarão e seppia. O cardápio é dividido em antepastos crudi (picadinhas), massas, pratos de peixe e carne e peixe inteiro vendido a quilo.

Acho que toda mesa deve começar com o lardo crostini untado com ouriço do mar, uma combinação inesperada e inteligente de sabores. Há muita originalidade aqui, principalmente na combinação de peixe e queijo, como um antipasti fenomenal de burrata e lagosta com funghi de berinjela e vinagrete de semente de manjericão. Meu prato de massa favorito é o espaguete feito em casa com alho, caranguejo, ouriço-do-mar e tomates secos no forno.


Marea

Nossa Classificação Bairro Times Square e Midtown West Horário de segunda a quinta, das 11h45 às 14h30 e das 17h30 às 23h30, da sexta-feira, das 11h45 às 14h30 e das 17h00 às 11h30, sábados das 11h30 às 14h30 e das 17h às 11h: 30h Dom 11h30-2h30 e 5-10h30 Transporte Metrô: N, Q, R até 57th St Telefone 212 / 582-5100 Preços Cursos principais $ 38- $ 68 Tipo de cozinha Italiano / Frutos do mar Web site Marea

O crítico do New York Times escreveu, ao premiar Marea com as três estrelas, que experimentar o ricci do restaurante (ovas de ouriço do mar com lardo e sal do mar na torrada) era como “beijar uma pessoa extremamente atraente pela primeira vez - um golpe de surpresa e prazer combinado." A metáfora vale para toda a experiência de jantar aqui, eu diria. Existem poucos restaurantes em qualquer lugar tão atraentes (ou tão confortáveis ​​para jantar, graças às suas cadeiras de couro tremendamente confortáveis) e o quociente de prazer aqui é alto. Grande parte do crédito deve ir para o chef Michael White, que tem um talento extraordinário de extrair até o último pedacinho de sabor de um peixe, esteja ele servindo cru (crudo) com um molho delicioso, ou simplesmente grelhado, novamente com um molho fabuloso . Ele também conhece bem o macarrão, criando pratos criativos (como pequenos nhoques com camarão vermelho rubi, pimenta e alecrim). E mantenha os olhos abertos, pois este lugar é um ímã de celebridades.

Observação: Estas informações eram precisas quando publicadas, mas podem ser alteradas sem aviso prévio. Certifique-se de confirmar todas as tarifas e detalhes diretamente com as empresas em questão antes de planejar sua viagem.


Prévia da Marea e da New York Craft Beer Week

Situado próximo ao Columbus Circle, no Central Park South, a meca italiana dos frutos do mar de Michael White, Marea, evoca o glamour discreto do Upper West Side de algumas décadas atrás. Linhas claras e iluminação sutil deixam você à vontade, assim como o bar, que serve coquetéis poderosos como o quase puro bourbon sudovest. É o lugar perfeito para abrir o apetite e esperar por companheiros para jantar atrasados.

Uma vez sentado, um extenso menu revela infinitas possibilidades que podem ser solicitadas à la carte, mas que fazem parte de um menu degustação de quatro pratos. Pratos compartilháveis, como um pedido de Ricci (ouriço do mar e lardo no pão), que embala muito sabor "do mar" sem ser peixe, são uma forma ideal de começar.

É difícil imaginar antepastos melhor do que lagosta com burrata e berinjela, embora pareça difícil errar com ingredientes tão bons. Isso faz parte do charme da culinária de White. É tudo uma questão de ampliar os sabores inerentes de cada componente individual de uma forma encantadoramente discreta. Essa abordagem transparece no serviço atencioso, porém não exigente.

O prato de massa oferece muitas escolhas difíceis. O fusilli com polvo refogado e medula óssea é um equilíbrio de sabores na corda bamba, enquanto o espaguete com caranguejo e ouriço-do-mar oferece conforto instantâneo. O risoto de cogumelos, o ravioli de pesto e o rigatoni com tinta de lula pareceram dar água na boca, mas escolhas difíceis precisam ser feitas.

O peixe é a escolha natural para o prato principal, e o linguado e o robalo local não decepcionam. Cada um é cozinhado perfeitamente e seus sabores delicados complementados com cogumelos porcini e rabe de brócolis para o halibute e rampas grelhadas e favas para o robalo. Para aqueles que desejam comer carne, o bife também parecia muito bom.

Donuts feitos na hora (bomboloni) com creme de limão e sorvete de pêra fazem um final perfeito para uma refeição sublime. Claro, a sobremesa é seguida de petit fours porque sempre há espaço para mais uma mordida minúscula.

Pequenos pedaços foram espalhados ao redor da recém-expandida Brooklyn Brewery na noite de quinta-feira na pré-visualização da imprensa para a próxima New York Craft Beer Week. Para nos manter relativamente sóbrios, havia pãezinhos da Sullivan St. Bakery e blocos de queijo que os acompanhavam, amendoim torrado com bacon e gordura da Ovenly Pastries, xarope de bordo esmalte jerky de Slantshack Jerky, My Friend's Mustard em jalapeno IPA e sabores marrons picantes e Van Leeuwen's manteiga de amendoim com sorvete de chocolate. Uma variedade saborosa de comida local para dizer o mínimo, e a comida nem era a estrela.

As cervejas vieram do Capitão Lawrence, Empire Brewing, Shmaltz e outros, incluindo Brooklyn, que serviu de várias torneiras. Dogfish Head, no entanto, roubou a cena com cervejas exóticas como a Theobroma, uma mistura de 9% ABV produzida com o poder do cacau asteca, mel, pimentões ancho e outros ingredientes que visam recriar "a primeira bebida alcoólica de chocolate conhecida" de acordo com o Representante de cação.

Esta é apenas uma pequena amostra das cervejas que estarão disponíveis em toda a cidade durante a Beer Week (16 a 25 de setembro), tanto em eventos como a degustação beneficente locavore no Altman Building, a festa inicial do Freaktoberfest que mescla cerveja e burlesco no Southpaw, jantares luxuosos com cerveja no Resto e Lyon, entre outros, um brunch de cervejarias igualmente decadentes no The Breslin, e Brewer's Choice, uma combinação de comida e cerveja que dura a noite toda na City Winery com um discurso de Garret Oliver da cervejaria do Brooklyn. Estou ficando tonto só de digitar tudo isso.


Marea: O Mar no Central Park South - Receitas


Talvez eu tenha visitado muito cedo na sua inauguração em 2009, antes que eles resolvessem os problemas, mas Marea, o restaurante italiano de frutos do mar de Michael White e # 8217, me deixou desapontado naquela época. Sou fã de seus empreendimentos anteriores, Alto e Convivio, mas no Marea os pratos eram insossos ou simplesmente não inventivos & # 8211pasta com lula e amêijoas? Com o passar dos meses, as pessoas deliraram sobre o crudi (peixe cru) e fusilli com polvo e medula óssea. Então, em maio de 2010, a Fundação James Beard premiou Marea como o melhor restaurante novo. No que me diz respeito, qualquer pessoa com um fogão e uma placa tem um prêmio James Beard agora, mas foi o suficiente para me fazer reconsiderar (mais uma vez, Tom Colicchio ganhou um excelente chef e Keith McNally, um excelente restaurateur).

Localizado no Central Park South, no antigo espaço de San Domenico, um restaurante italiano com luvas brancas que acabou se desatualizando, Marea certamente tem seus frequentadores. Nós chegamos em uma noite de segunda-feira para uma multidão agitada e esperamos 10 minutos enquanto eles colocaram nossa mesa. Fran Lebowitz, o renomado autor que lembra, bem, Woody Allen, estava fumando um cigarro do lado de fora antes de ser recebido de volta pela equipe. Linda Evangelista, não mais no peso de uma supermodelo, mas certamente muito mais feliz, recebia um grupo de amigos na quadra central.

Uma vez sentado e determinado a ordenar o que havia se tornado tão aclamado, pedi um trio de crudi seguido pelo fusilli com polvo e medula óssea. Meu amigo pediu o altamente recomendado asticeou lagosta, com burrata (mussarela cremosa) seguida das vieiras assadas.

O crudi, da esquerda para a direita:

  • Sparnocchi: Camarão manchado do Alasca, limão, sal marinho de lava negra
  • Seppia: Tagliatelle de choco, soffritto crudo (sauté vegetariano cru), bottarga di muggine (ovas de salmonete raladas)
  • Tonno: Atum olho grande, crema de ostra, alcachofra crocante

O camarão local era meu favorito, seguido pelo rico atum, mas Marea & # 8217s crudi não se compare aos da Esca & # 8216s na minha opinião.

Minha amiga lagosta e burrata (com berinjela e manjericão) [na foto] imediatamente me fizeram invejar sua escolha. Na cultura italiana, frutos do mar misturados com queijo são desaprovados e não soam tão atraentes na página. Errado! Essa combinação era incrível, e eu jurei pedi-la se eu tivesse algum apetite depois do fusilli.

O fusilli chegou e, não vou mentir, só de pensar em comer medula óssea fico um pouco enjoado. E então eu dei uma mordida. Não sei se é porque estou comendo basicamente o equivalente a banha de porco, mas misturado com tomate, polvo refogado com vinho tinto, migalhas de pão crocantes e quaisquer outros ingredientes que não consegui identificar, esta massa era uma sonho & # 8211 um sonho altamente calórico. Eu estava cheio até pelo menos 4 da tarde do dia seguinte. E não, não havia mais apetite para a lagosta. Droga!

Meu amigo & # 8217s vieiras & # 8211com favas, pancetta, alho primavera, laranja cristalizada e manteiga marrom Sugo& # 8211foi o que parece: há muita coisa acontecendo em um prato. Foi bom, mas não excelente. Acho que esse é o problema que tenho com Marea. Se você pedir as coisas erradas, simplesmente ficará irritado por ter gasto tanto dinheiro em uma refeição boa, mas não ótima. A pesquisa sobre o que pedir é fundamental, mas será que o comensal deve assumir isso ao pagar esses preços?

Terminamos com um bolo de cenoura com caramelo quente com crème fraîche e gelato de beterraba dourada. Muito legal.

Em termos de serviço, o nosso garçom começou muito atencioso, mas depois pareceu perder o interesse por nós. Ele circulou as mesas ao nosso redor, verificando se eles queriam sobremesa, enquanto nós piscávamos os olhos. Por fim, um sommelier veio para nos resgatar. Naquele ponto, eu precisava de uma grappa, tanto para esquecer a desatenção do garçom e # 8217s quanto para diluir minha feliz glutonaria da medula óssea.

No final das contas, valeu a pena a visita & # 8230, desde que você saiba o que pedir, é claro.


Marea

Este santuário de frutos do mar no Central Park South é a oferta do Chef Michael White para a crosta superior ictiófaga da cidade. Tendo já se apropriado do norte da Itália (via Alto) e do sul da Itália (via Convivio), White decidiu este ano se concentrar não apenas na costura da bota, os quarenta e cinco mil quilômetros de costa do país, mas também em transcender as fronteiras do Mediterrâneo e Adriático. Seu cardápio colossal apresenta, com a ajuda dos caras da FedEx, pagello e branzino recém pescados da Itália, além de lagosta da Nova Escócia e vieiras do mar de Rhode Island. Recentemente, um servidor apregoou a pesca do dia rolando um grande carrinho de peixe entre as mesas - de repente, as criaturas cruas estavam olhando para você suplicantes de seu leito de gelo. Mais tarde, um giro do garfo em um spinosini resultou em um empalamento surpresa de um dos olhos do crustáceo. Você pode se sentir como se tivesse retornado às aulas de biologia.

White e seu parceiro de negócios, Chris Cannon, gastaram mais de US $ 4,5 milhões em Marea. Eles voaram em artesãos bolonheses para construir as paredes na extensa área do bar de uma laje gigante de ônix egípcio de linho e as da sala de jantar de jacarandá indonésio. Ao redor estão as conchas douradas de nautilus e conchas, algo como a estante de troféus de Sylvia Earle. Um lance de escada abaixo, há uma sala de jantar do chef com cozinha e, além do bar, uma área crudo reservada para quem entra. Os comensais podem ver White, um homem elegante e orotundo que cresceu em Wisconsin, jantando lá com sua esposa e filha.

Em uma noite de sábado, não muito tempo atrás, depois que uma mulher em uma mesa próxima admitiu que se não fosse pelos ômega-3 ela não comeria peixes, foi decidido que a refeição deveria ser tratada como uma equação de ganhos líquidos para a saúde: óleo de peixe versus metilmercúrio, ácidos graxos insaturados versus manteiga e banha de porco. Um amuse-bouche de melada liquefeita coberto com presunto crocante e um crostini inicial de ouriço-do-mar coberto de lardo parecia manter o cálculo em zero. Mas uma salada de lagosta elástica, com burrata queijo e berinjela, foi considerada excelente e relativamente saudável. Então, depois de pratos de gnochetti cremoso com camarão, espadarte em cima de um purê de cebola e sopa de frutos do mar - mexilhões, ostras, amêijoas, vieiras, lagostins e batatas em um molho de tomate fraco - bem, que, sem uma calculadora gráfica, poderia fazer o matemática? Além disso, havia uma garrafa vazia de Muscadet para levar em consideração, e ninguém ainda tinha comido seus vegetais. Na hora, o garçom entregou um bolo de abobrinha esplêndido. (Aberto de segunda a sábado para o jantar. Entradas $ 23- $ 49.) ♦


Marea

Se você quiser saborear comida italiana e frutos do mar em Nova York, recomendo este restaurante perto do Central Park. Vim aqui em outubro e queria comer espaguete de ouriço do mar. Infelizmente, não foi a temporada. Mudei meu pedido para Fusilli com polvo refogado em vinho tinto, com molho de medula óssea. Se quiser experimentar mais alguns pratos, pode escolher uma refeição definida.

É sempre bom quando um restaurante corresponde às expectativas. Nesse caso, nossas expectativas foram superadas. Tudo era de primeira categoria, comida deliciosa, serviço excelente, arredores agradáveis. Estaremos voltando.

O estilo dos pratos da marea não é puramente americano. Eu gosto de seus pratos são muito grandes, e eu gosto especialmente de suas sobremesas. Eu acho que não dá para comer um pedaço, e os drinks são deliciosos.

Cozinha e apresentação engenhosas, ambiente excelente, serviço excelente, seleção de vinhos impressionante,. na minha opinião, o melhor marisco de Manhattan. Caro, mas vale cada centavo, altamente recomendado!

Já vim almoçar aqui uma vez, e o cardápio aqui é fixo. Os funcionários são muito simpáticos e ajustam os pratos de acordo com as suas necessidades. Os pratos à mesa também são deliciosos. A salada de lagosta com aperitivo é realmente deliciosa, e o linguado do prato principal também é perfeito. As sobremesas após a refeição são frutas frescas, acompanhadas por deliciosos Chablis franceses ao longo da refeição. Resumindo, sinto que a vida é melhor depois de comer aqui!


Marea

Aviso amigável! Estamos trabalhando muito para sermos precisos. Mas estes são tempos incomuns, então verifique se os locais permanecem abertos.

Michael White, que construiu uma reputação nacional na Fiamma em Nova York e Las Vegas, apenas para ver seu império incipiente esmagado durante a noite em um colapso de parceria, voltou mais forte do que ele saiu. O chef se esforça para continuar a recuperação que começou no Convivio e Alto com o novo mareacentric Marea, seu terceiro e mais ambicioso empreendimento.

Um santuário sofisticado para os prazeres simples do litoral italiano, o projeto é uma aposta corajosa de um chef com bravata para queimar. O restaurante mais extravagante de Nova York a abrir até agora neste ano, Marea oferece um menu enorme, preços assustadores e otimismo quase maníaco (há outro local novo na cidade oferecendo caviar californiano a US $ 175 a onça?). Mas o restaurante, que ocupou o espaço desocupado no ano passado pelo venerável San Domenico, sofre de uma personalidade dividida, com um menu amplo o suficiente para atender aos dois locais distintos que poderia facilmente ser.

Os preços altos e a opulenta sala de jantar & mdash com conchas mergulhadas em prata e paredes de jacarandá enclausurada da rua atrás de cortinas transparentes & mdash sugere um restaurante com as mais elevadas ambições de autor. Enquanto uma boa parte dos pratos faz jus ao cenário, muitos outros & mdash os pratos básicos gelados de ostras e amêijoas crus, o peixe inteiro à la carte com sua escolha de molho, método de cozimento e acompanhamentos & mdashseem mais adequados para uma barraca de peixe muito mais casual. Branco, simplesmente ansioso demais para agradar, cobre todas as suas bases, com pré-lançador crostini e fritti (incluindo um delicioso lanche de lardo e ouriço do mar na torrada), seguido por crudo, antepastos, um cardápio completo de crus, massas, risotos, peixes, carnes e acompanhamentos.

A maioria dos comensais aqui, no entanto, parece ser atraída para o restaurante por causa das criações mais distintas do chef (desde que uniu forças com Cannon, ele cultivou os adeptos gastronômicos que o iludiam um pouco em seus dias de Fiamma). Embora existam bares de comida crua muito bons pela cidade, poucos restaurantes fazem crudi como o Marea. Adicionando alguns condimentos ruidosos a peixes crus intocados, White cria pedaços lindos e exuberantes. Uma amostra do tipo "escolha você mesmo" incluiu atum excepcional de sushi com creme de ostra e lascas de alcachofra raspada, marlim listrado com limão em conserva e azeitonas e fios de choco ungidos com salmoura bottarga. O chef fica ainda mais aventureiro com uma entrada de lagosta fria com um acompanhamento improvável: cremoso burrata. O casamento pouco ortodoxo de frutos do mar e queijo revela-se, nesse caso, verdadeiramente inspirado (que a carne da lagosta com casca era extremamente macia e doce, e o queijo entre os mais ricos que saboreava certamente ajudou).

Há muito tempo, White provou ser um dos maiores talentos da cidade com massas, estampando uma gama espantosa de formas e combinações incomuns. Sua coleção de Marea focada em frutos do mar é o destaque indiscutível de uma refeição. Passando pelas taças perfumadas de amidos fumegantes, me esforcei para escolher um favorito. O fusilli feito em casa com medula óssea e tentáculos de polvo bebê em um untuoso ragu de tomate era um concorrente rico e agressivo. Sedanini (como rigatoni ridgeless) nadando em um molho de sopa de bacalhau defumado e mdash com bacalhau defumado, batatas e cisco& mdash era outro.

White parece dividido entre a reverência tradicional e seus próprios impulsos criativos - embora as massas sejam ousadas e originais, as entradas compostas de frutos do mar mostram muito mais moderação. Um filé de robalo escamoso de livro didático chega em um simples e mdashand bastante opaco e mdashdish com alcachofras assadas e uma mancha de ervas salsa verde. Mesmo o grande, chamativo brodetto& mdashfeaturing um banquete de lagostins grelhados, espadarte grelhado e camarão guisado, mexilhões e amêijoas & mdash was um pouco de um washout, o caldo enriquecido com tomate clássico suave e suave em vez de salgado e rico.

As sobremesas perfeitamente executadas, se não particularmente memoráveis, e polenta mdashfried com morangos salpicados de manjericão, um rico Kit Kat & mdash de chocolate e avelã caseiro continuam na mesma veia reduzida e confirmam uma crise de identidade que um impulso de edição poderia resolver facilmente.

Beba isso: A grande lista de cervejas italianas Marea & rsquos, que aceita frutos do mar, inclui garrafas intrigantes que você ganhou & rsquot encontrará em qualquer outro lugar, incluindo a Nuova Mattina com infusão de ervas (US $ 13).

Coma isso: Ouriço-do-mar-lardo crostini, choco crudo, lagosta com burrata, fusilli com polvo e medula óssea

Sente-se aqui: O bar ônix, dourado brilhante, é um local convidativo para um lanche e uma bebida e mdashor uma refeição de crudi e massas.

Peça de conversa: A introdução de Michael White à sofisticada culinária italiana começou no San Domenico original em Imola, Itália, onde ele cozinhou no início de sua carreira. Enquanto isso, o sócio Chris Cannon já trabalhou para o New York San Domenico & rsquos Tony May (que está reabrindo seu restaurante no centro da cidade ainda este ano).


Marea de Nova York define o padrão dos frutos do mar italianos, por John Mariani

Certa vez, perguntei a um renomado restaurateur italiano por que uma cidade como Nova York não poderia ter pelo menos um restaurante onde os frutos do mar fossem tão bons quanto eu encontraria na Itália. Sua resposta foi angustiante: “Se eu trouxesse frutos do mar da melhor qualidade da Itália, teria que cobrar tanto dinheiro que ninguém poderia pagar, nem mesmo em Nova York”. Infelizmente, a maioria dos donos de restaurantes italianos na cidade usa essa desculpa para servir frutos do mar de qualidade inferior, como se fossem criados em fazendas branzino e salmão, lagostins congelados e vieiras fora de suas cascas. Então, quando Michael White abriu Marea no Columbus Circle dez anos atrás, logo se tornou óbvio que ele poderia cobrar um preço apropriado para frutos do mar da mais alta qualidade e as pessoas embalariam o lugar. Desde o dia da inauguração, Marea raramente fica com a mesa vazia, e foi o restaurante que fez de White um chef de grande influência internacionalmente conhecido.

Hoje, o White’s Altamarea Group administra cinco restaurantes em Nova York, três em Nova Jersey e um em Washington, Londres, Hong Kong e Istambul. Só posso atestar alguns deles em Nova York, então não tenho ideia se uma distância de até 8.000 milhas afeta suas operações, mas certamente descobri que Marea, que significa "maré" em italiano, manteve sua eminência como um dos melhores restaurantes italianos da cidade. Uma visita recente não fez nada para mudar essa opinião. Quanto aos preços, sim, à la carte, são muito altos, mas o preço fixo de US $ 109 por quatro pratos é um roubo completo -crudo, massa de ostra ou aperitivo, entrada, sobremesa. Caso contrário, você pode pagar $ 25 pelo crudo, $ 25 para um aperitivo, $ 35 para uma massa, $ 47 para um peixe e $ 16 para a sobremesa. A propósito, Marea's branzino é selvagem e o salmão é um peixe raramente colocado no menu.

A carta de vinhos, de Francesco Grosso, conta com 750 rótulos, em grande parte para complementar os frutos do mar (o menu do Marea tem alguns pratos de carne) e apresenta os melhores vinhos brancos italianos disponíveis.

O menu começa com alguns crostini coberto com anchovas e salsa verde ou lagosta com tomate em conserva e aïoli defumado ($ 11- $ 15). Depois, há o peixe cru - dez ou mais - qualquer um dos quais é um exemplo do que devemos ser servida em outro lugar e tão raramente é - acaso de Long Island com gengibre cristalizado e mackerel de maçã do Pacífico com figo e erva-doce e muito mais. Isto é crudi desta qualidade que fez crudi popular na Itália. Existe um caviar (caviar), mas nenhuma é do Mar Cáspio (cuja pesca é proibida pela legislação internacional), e os preços são brutais - US $ 170- $ 385, uma faixa que antes era cobrada apenas pelas melhores beluga e osietra russas ou iranianas. este ova vem da China (eu confio não comida que sai da China hoje em dia) e da Alemanha (quem diria?). Depois, há várias variedades de ostras americanas oferecidas (seis peças por US $ 24, doze peças por US $ 44). Os aperitivos são bastante sazonais, e agora Marea está servindo um confit de barriga de atum, lingueirão, pimenta em conserva, aïoli de avelã e açafrão (US $ 24) e excelente polvo grelhado (certo) com batatas defumadas, rabanete, cebolas vermelhas em conserva, pimentões e tonnato creme de atum (US $ 25). Não vá para Marea à procura das massas usuais encontradas em todos os outros lugares. O chef executivo Jared Gadbaw e a chef de cozinha Molly Nickerson estão cozinhando o tipo de massa que você realmente vai encontrar ao longo das costas da Ligúria e do Adriático, como gnocchetti com camarão do Atlântico, pimenta e tinta de lula com alecrim conchiglie com porco e seppie salsicha temperada com sálvia e um risoto sempre fino com cogumelos silvestres. Todos são impecavelmente Al dente. Marea permanece bastante simples, como deveria, com frutos do mar do prato principal, como anchova do Pacífico com berinjela, pepino, cebolas cipollini, quarto de cordeiro e pistache (US $ 45) halibute assado com ragù e ovas de truta defumada (US $ 47) e peixes inteiros e mariscos com quatro molhos diferentes, destinados a duas pessoas.

Você pode optar por um prato de queijos da lista de seis seleções italianas ou americanas ($ 18 por três $ 32 por seis), mas não deve perder sobremesas (todas $ 16) como um crostata com pêra escaldada e um semifreddo de mascarpone, nozes e chocolate amargo bomboloni donuts de banana com creme de limão e molho de chocolate e avelã e panna cotta com pinenuts, figos pretos mission, alecrim e brioche e sorvete. Dezesseis dólares é muito caro para affogato, que nada mais é do que sorvete de baunilha com café expresso derramado sobre ele, mas você ganha um biscoito. Marea é um local sofisticado para jantares, muito no espírito de NYC de bons restaurantes, mas é despretensioso, sua atmosfera genial criada pelo veterano gerente geral Sean Smith e um punhado de servidores de longa data. A lista de vinhos é muito abrangente e inclina-se para os muito caros. Ao entrar, há um lindo bar iluminado e um balcão de sushi, então, alguns degraus abaixo, uma sala de jantar de tamanho moderado lindamente iluminada de cima e posta com toalhas de mesa finas e taças requintadas - as taças de vinho não apenas pingam, elas carrilhão. Lembro que no passado Marea podia ser um restaurante muito barulhento, mas, em minha recente visita, sentada no meio da sala, a conversa fluía sem elevar nossas vozes.

É um restaurante para adultos, por isso tem a aparência de um "código de vestimenta", por mínimo - sem shorts ou sapatos abertos para homens - e a maioria dos homens usa jaquetas que poucos vestindo camisetas devem ter trazido de um Seinfeld Passeio de ônibus. Portanto, Marea, como Le Bernardin fez com os frutos do mar franceses, provou que as pessoas pagam um bom preço por alta qualidade, especialmente quando toda a experiência se encaixa em um padrão distinto de comida requintada em Nova York. Curiosamente, poucos restaurantes italianos na cidade, ou em qualquer outro lugar, aceitaram esse desafio quando se trata de frutos do mar - não quando há tantos produtos de segunda categoria disponíveis para serem vendidos quase aos mesmos preços.

Marea está aberto de segunda a sexta. para o almoço sab. & amp Sun. para o jantar brunch todas as noites.


25 melhores restaurantes de frutos do mar em Nova York

    , Foto: Aquagrill, Foto: Marea, Foto: Milos, Foto: Fish Cheeks, Foto: Cortesia de vichie81 - Fotolia.com, Foto: Le Bernardin, Foto: London Lennie's, Foto: Cortesia de Jiang - Fotolia.com, Foto: Cortesia de FPWing - Fotolia.com, Foto: Nerai, Foto: Abate e Pistola, Foto: The Clam, Foto: The Lobster Place, Foto: Blue Fin, Foto: Ed's Lobster Bar, Foto: Cortesia de ekarin - Fotolia.com, Foto: Cortesia de Andrey Starostin - Fotolia.com, Foto: Grand Central Oyster Bar, Foto: Pearl Oyster Bar, Foto: Redeye Grill, Foto: The Sea Fire Grill, Foto: Cortesia de Robin - Fotolia.com
  • Foto da capa: Cortesia de Bujia - Fotolia.com

Ocean Prime é um daqueles lugares onde você vai antes do teatro ou traz seus parceiros de negócios e clientes - elegante, sofisticado e moderno com comida de primeira classe e uma fantástica carta de vinhos. Com uma localização central, rapidamente se tornou uma escolha para comemorações ou apenas para quando você se sentir como um bom pedaço de peixe. São famosos pelos seus mariscos e bifes - clássicos e cozinhados na perfeição - mas é o seu peixe que realmente se destaca: Despojado e simples para deixar os verdadeiros sabores soarem verdadeiros, mas com acompanhamentos que elevam cada prato a um nível diferente. Experimente o robalo chileno, que vem com batatinhas batidas e molho de trufas de champanhe.

123 W 52nd St, New York, NY 10019, telefone: 212-956-1404

Mais ideias: New York Media Boat

O New York Media Boat é especializado em passeios e fretamentos particulares no porto de Nova York com foco em fotografia. Todos os cinco capitães têm currículos impressionantes, com o capitão Bjoern Kils no comando da operação. Ele é um fotojornalista indicado ao Emmy, Dive Master, mergulhador de resgate e capitão licenciado da Guarda Costeira dos EUA. Sua equipe de especialistas consiste no Capitão Eric, que é graduado em Segurança Nacional e é um Capitão Mestre da Guarda Costeira dos EUA, e no Capitão Ken, que é um especialista em busca e resgate que também serviu na Guarda Costeira dos EUA por 18 anos. Completando a equipe está o Capitão Joel, um mergulhador de resgate certificado pela PADI e instrutor de segurança aquática licenciado pela USCG e marinheiro e, por último, o Capitão Matt, o homem por trás de sua comunicação barco a barco e um cadete marítimo da SUNY. Eles também empregam a notável jornalista Kristina Fiore, que apareceu em mídias como ABC News e Earth Magazine, entre outras.

Quando você opta por se juntar a esta equipe dinâmica em uma extraordinária aventura turística, você terá a experiência emocionante de andar em alguns dos mesmos navios que apareceram na CNN e em outros meios de comunicação ao divulgar grandes notícias. Entre seus cinco barcos, eles abrigam três barcos de seis passageiros, além de barcos a motor da tripulação - Aperture, Amundsen e Hurricane. Eles também apresentam um barco a motor para três passageiros, mais a tripulação TV753, e um barco a motor para um passageiro, mais a tripulação SeaRider.

O New York Media Boat oferece um passeio de 90 minutos que promete proporcionar um passeio inesquecível pelo porto de Nova York. O passeio sai de um dos dois locais, North Cove Marina ou Pier 25, na parte baixa de Manhattan, antes de cruzar o rio Hudson. Você terá vistas únicas e dignas de fotos de Midtown, Downtown e dos edifícios Chrysler e Empire State. De lá, você passará por vários canais para ver mais de 40 pontos turísticos e monumentos, incluindo o One World Trade Center, a Ponte do Brooklyn, o Battery Park, a Estátua da Liberdade e as Ilhas Governadores e Ellis, entre outros. Todos os pontos de vista dessas atrações foram escolhidos com cuidado, permitindo as melhores oportunidades para fotos, quer você esteja tentando capturar todo o horizonte de Nova York ou tirar um close-up da Freedom Tower.

A New York Media Boat também oferece seus serviços para fretamentos particulares de 90 minutos, graças aos barcos em condições de navegar, disponíveis 24 horas por dia, 7 dias por semana, para várias mídias e aventuras em filmes, bem como para solicitações de festas particulares. Isso inclui barcos de perseguição para equipes de notícias, fotógrafos e pessoas da indústria cinematográfica. Eles também fornecem escoltas de segurança, marcador de corrida e equipe de transferência fretada e serviços de equipamento para aqueles que precisam deles.

· As reservas são necessárias, bem como um documento de identidade com foto.

· Os passeios turísticos operam apenas com um mínimo de duas pessoas. Não há ocupantes mínimos para fretamentos privados.

· Câmeras são mais do que bem-vindas, no entanto, tripés e outros equipamentos de fotografia comercial não são permitidos em excursões em grupo, apenas fretamentos particulares.

· Todos os passageiros devem usar os coletes salva-vidas aprovados pela USCG que são fornecidos.

· Todos os passeios e fretamentos começam com instruções de segurança.

· Pessoas grávidas ou com problemas crônicos nas costas não são permitidas nos barcos.

225 Liberty Street, New York, NY, telefone: 347-789-0588

Você está lendo "25 melhores restaurantes de frutos do mar em Nova York" Voltar ao topo

Mais ideias: Sede das Nações Unidas

Located within Manhattan, New York City, and operated under an extraterritorial agreement with the United States, the United Nations Headquarters welcomes more than one million annual visitors, offering rotating exhibitions, guided building tours, and a fine dining restaurant.

The United Nations is an intergovernmental organization created in the aftermath of World War II for the purposes of creating and maintaining international peace and order. At its founding in October of 1945, the organization contained representatives from 51 member nations. Today, more than 193 nations are part of the United Nations, which serves as the largest and most powerful intergovernmental organization in the world. As an international governing body, the United Nations strives to promote human rights, security, and peace throughout the world, supporting environmental protection initiatives, fostering socioeconomic development, and providing humanitarian aid in the case of natural disasters and armed conflicts.

In December of 1945, the United States Congress formally invited the United Nations to house its permanent headquarters within the country. The following December, the decision was made by the UN General Assembly to construct a headquarters in New York City, with an $8.5 million donation by John D. Rockefeller, Jr. securing a site in Manhattan’s Turtle Bay neighborhood overlooking the East River. Early UN offices were housed within Rockefeller Center in 1947 as the headquarters design process began, with more than 50 basic designs created for the project. The project’s design contract was given to Brazilian architect Oscar Niemeyer in 1949, with construction beginning later that year after a formal dedication ceremony and overseen by architectural firm Harrison and Abramovitz. In August of 1950, the complex’s Secretariat Building was opened for business, and in October of 1952, the first meetings were held at the General Assembly Building. Additional facilities were added throughout the 20th century, including the 1961 Dag Hammarskjöld Library and a 1987 building housing the United Nations Children’s Fund (UNICEF) offices. In May of 2008, a $1.9 billion overhaul of the complex was embarked on, with construction lasting five years.

Attractions and Tours

Today, the 18-acre United Nations Headquarters are located within Manhattan’s Turtle Bay neighborhood, which is sometimes used metonymously for the United Nations as a whole. Though the headquarters are located within the borough of Manhattan, the complex’s land is operated under the sole administration of the United Nations under an extraterritorial treaty agreement, though most local, state, and federal laws are observed by the agreement. The complex is bordered by Manhattan’s First Avenue, East 42nd Street, and East 48th Street and overlooks the East River, featuring several buildings housing official offices and facilities for the United Nations. Three regional headquarters for the United Nations are also operated in Geneva, Switzerland, Vienna, Austria, and Nairobi, Kenya, with 15 other international offices for specialized agencies within the organization.

The complex’s buildings include its Edifício da Conferência, which extends 400 feet along the East River waterfront and connects the Assembleia Geral e Secretariat Buildings. The Conference Building houses the Security Council Chamber, designed by Norwegian architect Arnstein Rynning Arneberg and featuring a prominent mural by artist Per Lasson Krohg, which symbolizes the promise of future world peace. O Trusteeship Council Chamber, designed by Danish architect Finn Juhl, is also located within the building, along with the Economic and Social Council Chamber, designed by Swedish architect Sven Gottfried Markelius and presented to the UN as a gift from the country of Sweden. The complex’s 550-foot-tall Secretariat Building extends 39 stories and is noted for its construction of aluminum, glass, and marble, with north and south windowless facades constructed with 2,000 tons of Vermont marble. The complex also features the Dag Hammarskjöld Library, dedicated in 1961.

More than one million visitors attend the complex’s visitor programming annually, including 45-60 minute guided tours of the facility, which have been offered since November of 1952. A variety of special exhibits are offered at the complex, including the UN Headquarters: A Workshop for Peace permanent exhibit. Temporary rotating exhibits have also been featured, including Maize: Our Food, Our Identity, Seventy Years of the International Law Commission, e Advancing Protection, Peace and Development in Afghanistan, Iraq and South Sudan. Fine international dining fare is offered at the Delegates Dining Room, including a three-course prix-fixe luncheon offered on weekday mornings and afternoons. The complex also offers the United Nations Bookshop, which carries a number of titles and digital resources connected to international historical and sociopolitical topics, and the United Nations Gift Centre, which sells United Nations and New York City-themed souvenirs and gifts.

Ongoing Programs and Education

In addition to standard visitor tours, group tours are available for small groups and organizations, including a UN Kids Tour and curriculum-incorporated tours for elementary and secondary school groups. Groups may schedule briefings at the United Nations Headquarters on weekday mornings and afternoons, with all booking requests required at least six weeks in advance. A UN Visitor Centre app is also offered for iOS and Android, showcasing more than 65 works of art and important architectural elements throughout the complex.

New York, NY 10017, Phone: 212-963-4475

You are reading "25 Best Seafood Restaurants in NYC " Back to Top

More Ideas: Gotham Hall

Style meets sophistication at this historic building on Broadway in New York, which offers a breathtakingly beautiful venue for special occasions and memorable events. Designed by renowned architects, York and Sawyer, and built in the early 1920s as the headquarters for the Greenwich Savings Bank building, Gotham Hall is an excellent example of ancient Roman architecture and design. The building’s exterior boasts an elliptical plan akin to that of Roman amphitheaters, while interiors display striking spatial allegory in materials such as limestone, sandstone, and steel. Evoking the ambiance of ancient Rome, today this elegant building provides an unrivaled space for lavish events and functions such as wedding ceremonies and receptions, formal dinners and sleek gala balls. Gotham Hall works with a preferred list of vendors for services such as catering, beverages, décor, music and entertainment, and more, and a team of professional event planners is available to take care of every detail of the event from start to finish.

Amenities & Facilities

Gotham Hall features well-appointed and beautifully decorated spaces for a variety of exclusive events, ranging from weddings and social functions to corporate gatherings and lavish galas with uncompromising attention to detail and exceptional personal service. Staged against a backdrop of breathtaking turn-of-the-century architecture, events can be held in a selection of rooms and spaces in the Hall, depending on the size of the party.

The elegant seven-story gilded Grand Ballroom is a study of luxury with imposing brass doors, a spectacular gilded ceiling with a one-of-a-kind 3,000 square foot stained-glass ceiling, towering limestone Corinthian columns standing sentry at each end of the hall space, and regal granite floors with inlaid marble detailing. The Grand Ballroom can accommodate up to 250 guests for a seated dinner and 500 guests for a cocktail reception.

Surrounded by rich, oak paneled walls, hand-carved dentil molding, and a beautiful soapstone fireplace, the Oak Room is a warm and inviting space for intimate gatherings and smaller functions or as a private bridal suite with an en-suite restroom. The room also features hand-blown glass windowpanes that boast breathtaking views of Broadway.

The Lounge is located next to the Grand Ballroom and features a hand-carved and painted ceiling with marble wainscoting, massive brass pocket doors, and a built-in bar and is an ideal space for intimate cocktail receptions, or as an entertainment room.

Expansive and majestic with breathtaking views of the interiors of the Gotham Hall, the Mezzanine is a beautiful space overlooking the spectacular Grand Ballroom, which features a gilded honeycombed ceiling, floor-to-ceiling Corinthian columns, and two-story arched windows that flood interiors with natural light. This stylish space is perfect for elegant cocktail parties, and VIP receptions.

Once a private Executive office, the Green Room is a distinctive space located at the far end of the Mezzanine with imported Italian tile floors, hand-rubbed oak-panel walls, luxurious leather seating, a soapstone fireplace, and private restrooms.

Rental of the venue include services such as set-up and clean-up of the site, tables, chairs, a dance floor, and a team of professional event planners are available to take care of every detail of the event from start to finish. The venue works with a preferred list of vendors for services such as catering, beverages, décor, music, and entertainment, and a wedding cake is included in the rental fee.

Gotham Hall is located at 1356 Broadway at 36th Street in New York and offers parking at one of several parking garages located near the venue. Gotham Hall is also conveniently located within walking distance of several train and underground stations.


Assista o vídeo: Central Park in Manhattan. New York City (Pode 2022).