Receitas mais recentes

Os 12 piores alimentos que você pode comer em um churrasco de quintal

Os 12 piores alimentos que você pode comer em um churrasco de quintal

Não deixe o excesso de gordura e calorias subirem em você

Cuidado com as sobremesas deliciosas, mas com alto teor de açúcar.

Terminar o verão com um estrondo, muitas vezes significa lançar um churrasco de quintal. Quer esteja cozinhando, grelhando ou assando, você quer ter certeza de que os alimentos que prepara são saudáveis ​​e deliciosos.

Clique aqui para ver a apresentação de slides dos 12 piores alimentos para você em um churrasco de quintal.

Quando você está socializando e conversando com amigos e familiares, é tão fácil Inconscientemente consome mais calorias do que você planejou - especialmente quando toda a comida é deliciosa! Felizmente, você pode oferecer aos convidados alternativas saudáveis para muitos de seus pratos favoritos não saudáveis.

Quando você está trabalhando para ter um estilo de vida saudável, é importante não se privar completamente de junk food. Em vez disso, permita-se um pouco de espaço de manobra e desfrute de uma pequena quantidade de alimentos doces ou salgados que podem não ser tão bons para você. Mas apenas uma pequena quantidade.

Conversamos com Kristen Gradney, nutricionista registrada e porta-voz da Academia de Nutrição e Dietética, sobre os piores alimentos que você poderia comer em um churrasco de quintal.

Feijao cozido


“Em média, meia xícara de feijao cozido contém 13 gramas de açúcar, quase cinco vezes a quantidade de um cubo de açúcar ”, diz Gradney. “Você pode ficar lento e cansado depois de comer isso por causa da reação do seu corpo à grande quantidade de açúcar.” Em vez disso, ela recomenda um feijão preto e salada de milho temperado com azeite e vinagre.

Hamburguer de queijo


Cheeseburgers são ricos em gordura, calorias e sódio, o que coloca esse alimento na lista das safadas. Gradney recomenda experimentar um cachorro-quente de peru de carne branca com um pão de trigo integral.


Os 10 maiores erros de segurança alimentar que as pessoas cometem em um churrasco

Certifique-se de que seu churrasco de quintal é delicioso - e totalmente seguro!

Relacionado a:

Foto por: Mint Images / Getty Images

Foto por: The Picture Pantry / Getty Images

Foto por: A_Namenko / Getty Images

Foto por: Andia / Colaborador / Getty Images

Foto por: Elenathewise / Getty Images

Foto por: Maroke / Getty Images

Foto por: Fishysam / Getty Images

Foto por: Lauri Patterson / Getty Images

Foto por: Emily Hoefman / EyeEm / Getty Images

Foto por: M.Czosnek / Getty Images

Foto por: Caymia / Getty Images

O que saber antes de ligar o grelhador

A temporada de churrasco está a todo vapor! Pode ser melhor do que o aroma de hambúrgueres suculentos e o chiado de vegetais na grelha. Com a temporada de grelhados também vem a ameaça de doenças de origem alimentar que podem estragar toda a diversão. Aqui estão os 10 maiores erros de segurança alimentar frequentemente cometidos & mdash e maneiras simples de manter seus pratos favoritos de churrasco em segurança.

Descongelando suas proteínas incorretamente

Quer você decida descongelar seu frango, carne ou peixe congelado na bancada durante a noite, ou pior, deixe-o descongelar no sol quente, você está pedindo problemas. Bactérias nocivas podem se multiplicar em temperatura ambiente a níveis que podem causar doenças (mesmo se você cozinhar os alimentos corretamente). Essas mesmas bactérias se multiplicarão ainda mais rapidamente em temperaturas muito mais quentes, como em um dia quente de 30 graus.

Em vez disso: planeje com antecedência. Descongele suas proteínas na geladeira um ou dois dias antes de assá-las.

Armazenamento de carnes não cozidas em cima de alimentos prontos para consumo

A segurança alimentar não se trata apenas de cozinhar na grelha, mas de todas as etapas que levam à preparação desse alimento. Ao descongelar carnes, aves e peixes ou armazenar proteínas não cozidas na geladeira, a última coisa que você quer são sucos de carne moída pingando em sua melancia fresca. Esta é uma forma de contaminação cruzada.

Em vez disso: guarde carnes, aves e peixes crus no fundo da geladeira ou em uma gaveta mais crocante. Você também pode embrulhá-lo em um saco plástico para evitar que o suco vaze.

Usando as mesmas tábuas de corte para tudo

Embora seja bom guardar pratos, cortar o frango cru na mesma tábua das frutas e vegetais é uma receita para o desastre. Este é um erro comum conhecido como contaminação cruzada, que pode facilmente transferir as bactérias de suas carnes cruas para seus produtos cozidos.

Em vez disso: Use tábuas de corte separadas para carnes cruas, aves e peixes e alimentos prontos para o consumo, como produtos hortifrutigranjeiros e queijo.

Marinada à temperatura ambiente

Marinar a carne, o frango e o peixe adiciona sabor e torna a proteína mais tenra. Essas marinadas ácidas também podem ajudar a retardar o crescimento bacteriano. Um grande erro é marinar a comida descoberta em temperatura ambiente ou ao ar livre no calor. As bactérias adoram essas temperaturas quentes, multiplicando-se em quantidades que podem deixar alguém doente.

Em vez disso: deixe marinar a comida coberta na geladeira e jogue fora qualquer marinada extra que tenha tocado na carne crua, frango ou peixe.

Embalagem de carnes cruas com frutas e vegetais crus

Se você precisa fazer as malas para um churrasco, muitas vezes se pega embalando o frango cru e os hambúrgueres com os brócolis frescos (para uma salada de brócolis). Mais uma vez, essas bactérias nas carnes cruas podem facilmente encontrar seu caminho para os vegetais crus que não são cozidos e as bactérias não são destruídas.

Em vez disso: tenha dois refrigeradores disponíveis, um para carnes cruas e outro para frutas crus, vegetais e outros alimentos preparados.

Transporte de alimentos no porta-malas

Você está arrumando seu carro com a comida no porta-malas? Esse é o lugar mais quente do carro & mdash e as bactérias nocivas amam essas temperaturas para se multiplicar.

Em vez disso: transporte os alimentos na parte do passageiro do carro, onde é um pouco mais frio (especialmente com ar condicionado).

Eyeballing Doneness

Pode parecer mais fácil olhar para a sua carne para ver se está pronta, mas essa não é a maneira mais precisa. Verificar se seu frango ou hambúrguer não está mais cor-de-rosa não significa que você atingiu as temperaturas adequadas para destruir bactérias nocivas.

Em vez disso: invista em um termômetro de alimentos (eles começam em cerca de US $ 10). Os termômetros de carne terão guias de temperatura embutidos, então você conhecer quando sua carne, frango ou peixe estiver pronto.

Usando os mesmos pratos para carnes cruas e cozidas

Muitas pessoas usam o mesmo prato e pinças ou outros utensílios para hambúrgueres crus, por exemplo, e hambúrgueres cozidos. Se você precisar usar o mesmo prato ou utensílios para carnes, aves ou peixes crus e cozidos, você pode, sem saber, contaminar as bactérias de alimentos crus para cozidos.

Em vez disso: Para evitar contaminação cruzada, prepare pratos e utensílios separados para alimentos crus e cozidos.

Cozinhando uma grande quantidade de carne de uma vez

Um grande churrasco pede muitos grelhados: cachorros-quentes, hambúrgueres, bifes, vegetais e peixes. Muitos anfitriões assam tudo no início, para que a comida esteja pronta quando todos chegarem. Mas nem todos chegam ao mesmo tempo e algumas horas depois, depois que a comida está sob o sol escaldante, as pessoas podem se dirigir para uma segunda ou terceira porções agarrando-se daquela velha pilha de carnes.

Em vez disso: Prepare os alimentos em pequenos lotes. Mantenha as carnes cruas no refrigerador até que estejam prontas para o churrasco.

Deixando sobras o dia todo

Não se trata apenas de deixar carnes fora o dia todo, mas todas as saladas com maionese são deixadas do lado de fora em temperaturas que as bactérias adoram crescer. Frutas fatiadas, vegetais e saladas preparadas devem ser mantidos na geladeira. Se as sobras forem deixadas de fora, não deve demorar mais do que uma hora se a temperatura for de 90 graus F ou superior, e não mais do que duas horas se for inferior a 90 graus F.

Em vez disso: mantenha as horas no relógio para saber quanto tempo a comida fica fora. Para minimizar o desperdício de alimentos, sirva os alimentos em pequenos lotes e mantenha os extras refrigerados até o uso.


Os 10 maiores erros de segurança alimentar que as pessoas cometem em um churrasco

Certifique-se de que o seu churrasco de quintal é delicioso - e totalmente seguro!

Relacionado a:

Foto por: Mint Images / Getty Images

Foto por: The Picture Pantry / Getty Images

Foto por: A_Namenko / Getty Images

Foto por: Andia / Colaborador / Getty Images

Foto por: Elenathewise / Getty Images

Foto por: Maroke / Getty Images

Foto por: Fishysam / Getty Images

Foto por: Lauri Patterson / Getty Images

Foto por: Emily Hoefman / EyeEm / Getty Images

Foto por: M.Czosnek / Getty Images

Foto por: Caymia / Getty Images

O que saber antes de ligar o grelhador

A temporada de churrasco está a todo vapor! Pode ser melhor do que o aroma de hambúrgueres suculentos e o chiado de vegetais na grelha. Com a temporada de grelhados também vem a ameaça de doenças de origem alimentar que podem estragar toda a diversão. Aqui estão os 10 maiores erros de segurança alimentar frequentemente cometidos & mdash e maneiras simples de manter seus pratos favoritos de churrasco em segurança.

Descongelando suas proteínas incorretamente

Quer você decida descongelar seu frango, carne ou peixe congelado na bancada durante a noite, ou pior, deixe-o descongelar no sol quente, você está pedindo problemas. Bactérias nocivas podem se multiplicar em temperatura ambiente a níveis que podem causar enjôo (mesmo se você cozinhar os alimentos adequadamente). Essas mesmas bactérias se multiplicarão ainda mais rapidamente em temperaturas muito mais quentes, como em um dia quente de 30 graus.

Em vez disso: planeje com antecedência. Descongele suas proteínas na geladeira um ou dois dias antes de assá-las.

Armazenamento de carnes não cozidas em cima de alimentos prontos para comer

A segurança alimentar não se trata apenas de cozinhar na grelha, mas de todas as etapas que levam à preparação desse alimento. Ao descongelar carnes, aves e peixes ou armazenar proteínas não cozidas na geladeira, a última coisa que você quer são sucos de carne moída pingando em sua melancia fresca. Esta é uma forma de contaminação cruzada.

Em vez disso: guarde carnes, aves e peixes crus no fundo da geladeira ou em uma gaveta mais crocante. Você também pode embrulhá-lo em um saco plástico para evitar que o suco vaze.

Usando as mesmas tábuas de corte para tudo

Embora possa ser bom guardar pratos, cortar o frango cru na mesma tábua das frutas e vegetais é uma receita para o desastre. Este é um erro comum conhecido como contaminação cruzada, que pode facilmente transferir as bactérias de suas carnes cruas para seus produtos cozidos.

Em vez disso: Use tábuas de corte separadas para carnes cruas, aves e peixes e alimentos prontos para o consumo, como produtos hortifrutigranjeiros e queijo.

Marinada à temperatura ambiente

Marinar a carne, o frango e o peixe adiciona sabor e torna a proteína macia. Essas marinadas ácidas também podem ajudar a retardar o crescimento bacteriano. Um grande erro é marinar a comida descoberta em temperatura ambiente ou ao ar livre no calor. As bactérias adoram essas temperaturas quentes, multiplicando-se em quantidades que podem deixar alguém doente.

Em vez disso: deixe marinar a comida coberta na geladeira e jogue fora qualquer marinada extra que tenha tocado na carne crua, frango ou peixe.

Embalagem de carnes cruas com frutas e vegetais crus

Se você precisa fazer as malas para um churrasco, muitas vezes se pega embalando o frango cru e os hambúrgueres com os brócolis frescos (para uma salada de brócolis). Mais uma vez, essas bactérias nas carnes cruas podem facilmente encontrar seu caminho para os vegetais crus que não são cozidos e as bactérias não são destruídas.

Em vez disso: tenha dois refrigeradores disponíveis, um para carnes cruas e outro para frutas, vegetais crus e outros alimentos preparados.

Transporte de alimentos no porta-malas

Você está arrumando seu carro com a comida no porta-malas? Esse é o lugar mais quente do carro & mdash e as bactérias nocivas adoram essas temperaturas para se multiplicar.

Em vez disso: transporte os alimentos na parte do passageiro do carro, onde é um pouco mais frio (especialmente com ar condicionado).

Eyeballing Doneness

Pode parecer mais fácil olhar para a sua carne para ver se está pronta, mas essa não é a maneira mais precisa. Verificar se seu frango ou hambúrguer não está mais cor-de-rosa não significa que você atingiu as temperaturas adequadas para destruir bactérias nocivas.

Em vez disso: invista em um termômetro de alimentos (eles começam em cerca de US $ 10). Termômetros de carne terão guias de temperatura embutidos, então você vai conhecer quando sua carne, frango ou peixe estiver pronto.

Usando os mesmos pratos para carnes cruas e cozidas

Muitas pessoas usam o mesmo prato e pinças ou outros utensílios para hambúrgueres crus, por exemplo, e hambúrgueres cozidos. Se você precisar usar o mesmo prato ou utensílios para carnes, aves ou peixes crus e cozidos, você pode, sem saber, contaminar as bactérias de alimentos crus para cozidos.

Em vez disso: Para evitar contaminação cruzada, prepare pratos e utensílios separados para alimentos crus e cozidos.

Cozinhando uma grande quantidade de carne de uma vez

Um grande churrasco pede muitos grelhados: cachorros-quentes, hambúrgueres, bifes, vegetais e peixes. Muitos anfitriões assam tudo no início, para que a comida esteja pronta quando todos chegarem. Mas nem todos chegam ao mesmo tempo e algumas horas depois, depois que a comida está sob o sol escaldante, as pessoas podem se dirigir para uma segunda ou terceira porções agarrando-se daquela velha pilha de carnes.

Em vez disso: Prepare os alimentos em pequenos lotes. Mantenha as carnes cruas no refrigerador até que estejam prontas para o churrasco.

Deixando sobras o dia todo

Não se trata apenas de deixar carnes fora o dia todo, mas todas as saladas com maionese são deixadas de fora em temperaturas que as bactérias adoram crescer. Frutas fatiadas, vegetais e saladas preparadas devem ser mantidos na geladeira. Se as sobras forem deixadas de fora, não deve demorar mais do que uma hora se a temperatura for de 90 graus F ou superior, e não mais do que duas horas se for inferior a 90 graus F.

Em vez disso: mantenha as horas no relógio para saber quanto tempo a comida fica fora. Para minimizar o desperdício de alimentos, sirva os alimentos em pequenos lotes e mantenha os extras refrigerados até o uso.


Os 10 maiores erros de segurança alimentar que as pessoas cometem em um churrasco

Certifique-se de que seu churrasco de quintal é delicioso - e totalmente seguro!

Relacionado a:

Foto por: Mint Images / Getty Images

Foto por: The Picture Pantry / Getty Images

Foto por: A_Namenko / Getty Images

Foto por: Andia / Colaborador / Getty Images

Foto por: Elenathewise / Getty Images

Foto por: Maroke / Getty Images

Foto por: Fishysam / Getty Images

Foto por: Lauri Patterson / Getty Images

Foto por: Emily Hoefman / EyeEm / Getty Images

Foto por: M.Czosnek / Getty Images

Foto por: Caymia / Getty Images

O que saber antes de ligar o grelhador

A temporada de churrasco está a todo vapor! Pode ser melhor do que o aroma de hambúrgueres suculentos e o chiado de vegetais na grelha. Com a temporada de grelhados também vem a ameaça de doenças de origem alimentar que podem estragar toda a diversão. Aqui estão os 10 maiores erros de segurança alimentar frequentemente cometidos & mdash e maneiras simples de manter seus pratos favoritos de churrasco em segurança.

Descongelando suas proteínas incorretamente

Quer você decida descongelar seu frango, carne ou peixe congelado na bancada durante a noite, ou pior, deixe-o descongelar no sol quente, você está pedindo problemas. Bactérias nocivas podem se multiplicar em temperatura ambiente a níveis que podem causar enjôo (mesmo se você cozinhar os alimentos adequadamente). Essas mesmas bactérias se multiplicarão ainda mais rapidamente em temperaturas muito mais quentes, como em um dia quente de 30 graus.

Em vez disso: planeje com antecedência. Descongele suas proteínas na geladeira um ou dois dias antes de assá-las.

Armazenamento de carnes não cozidas em cima de alimentos prontos para consumo

A segurança alimentar não se trata apenas de cozinhar na grelha, mas de todas as etapas que levam à preparação desse alimento. Ao descongelar carnes, aves e peixes ou armazenar proteínas não cozidas na geladeira, a última coisa que você quer são sucos de carne moída pingando em sua melancia fresca. Esta é uma forma de contaminação cruzada.

Em vez disso: guarde carnes, aves e peixes crus no fundo da geladeira ou em uma gaveta mais crocante. Você também pode embrulhar em um saco plástico para evitar que o suco vaze.

Usando as mesmas tábuas de corte para tudo

Embora possa ser bom guardar pratos, cortar o frango cru na mesma tábua das frutas e vegetais é uma receita para o desastre. Este é um erro comum conhecido como contaminação cruzada, que pode facilmente transferir as bactérias de suas carnes cruas para seus produtos cozidos.

Em vez disso: Use tábuas de corte separadas para carnes cruas, aves e peixes e alimentos prontos para o consumo, como produtos hortifrutigranjeiros e queijo.

Marinada à temperatura ambiente

Marinar a carne, o frango e o peixe adiciona sabor e torna a proteína macia. Essas marinadas ácidas também podem ajudar a retardar o crescimento bacteriano. Um grande erro é marinar a comida descoberta em temperatura ambiente ou ao ar livre no calor. As bactérias adoram essas temperaturas quentes, multiplicando-se em quantidades que podem deixar alguém doente.

Em vez disso: deixe marinar a comida coberta na geladeira e jogue fora qualquer marinada extra que tenha tocado na carne crua, frango ou peixe.

Embalagem de carnes cruas com frutas e vegetais crus

Se você precisa fazer as malas para um churrasco, muitas vezes se pega embalando o frango cru e os hambúrgueres com os brócolis frescos (para uma salada de brócolis). Mais uma vez, essas bactérias nas carnes cruas podem facilmente encontrar seu caminho para os vegetais crus que não são cozidos e as bactérias não são destruídas.

Em vez disso: tenha dois refrigeradores disponíveis, um para carnes cruas e outro para frutas, vegetais crus e outros alimentos preparados.

Transporte de alimentos no porta-malas

Você está arrumando seu carro com a comida no porta-malas? Esse é o lugar mais quente do carro & mdash e as bactérias nocivas adoram essas temperaturas para se multiplicar.

Em vez disso: transporte os alimentos na parte do passageiro do carro, onde é um pouco mais frio (especialmente com ar condicionado).

Eyeballing Doneness

Pode parecer mais fácil olhar para a sua carne para ver se está pronta, mas essa não é a maneira mais precisa. Verificar se seu frango ou hambúrguer não está mais cor-de-rosa não significa que você atingiu as temperaturas adequadas para destruir bactérias nocivas.

Em vez disso: invista em um termômetro de alimentos (eles começam em cerca de US $ 10). Os termômetros de carne terão guias de temperatura embutidos, então você conhecer quando sua carne, frango ou peixe estiver pronto.

Usando os mesmos pratos para carnes cruas e cozidas

Muitas pessoas usam o mesmo prato e pinças ou outros utensílios para hambúrgueres crus, por exemplo, e hambúrgueres cozidos. Se você precisar usar o mesmo prato ou utensílios para carnes, aves ou peixes crus e cozidos, você pode, sem saber, contaminar as bactérias de alimentos crus para cozidos.

Em vez disso: Para evitar contaminação cruzada, prepare pratos e utensílios separados para alimentos crus e cozidos.

Cozinhando uma grande quantidade de carne de uma vez

Um grande churrasco pede muitos grelhados: cachorros-quentes, hambúrgueres, bifes, vegetais e peixes. Muitos anfitriões assam tudo no início, para que a comida esteja pronta quando todos chegarem. Mas nem todos chegam ao mesmo tempo e algumas horas depois, depois de a comida estar sob o sol quente, as pessoas podem se dirigir para uma segunda ou terceira porções agarrando-se daquela velha pilha de carnes.

Em vez disso: Prepare os alimentos em pequenos lotes. Mantenha as carnes cruas no refrigerador até que estejam prontas para o churrasco.

Deixando sobras o dia todo

Não se trata apenas de deixar carnes fora o dia todo, mas todas as saladas com maionese são deixadas do lado de fora em temperaturas que as bactérias adoram crescer. Frutas fatiadas, vegetais e saladas preparadas devem ser mantidos na geladeira. Se as sobras forem deixadas de fora, não deve demorar mais do que uma hora se a temperatura for de 90 graus F ou superior, e não mais do que duas horas se for inferior a 90 graus F.

Em vez disso: mantenha as horas no relógio para saber quanto tempo a comida fica fora. Para minimizar o desperdício de alimentos, sirva os alimentos em pequenos lotes e mantenha os extras refrigerados até o uso.


Os 10 maiores erros de segurança alimentar que as pessoas cometem em um churrasco

Certifique-se de que seu churrasco de quintal é delicioso - e totalmente seguro!

Relacionado a:

Foto por: Mint Images / Getty Images

Foto por: The Picture Pantry / Getty Images

Foto por: A_Namenko / Getty Images

Foto por: Andia / Colaborador / Getty Images

Foto por: Elenathewise / Getty Images

Foto por: Maroke / Getty Images

Foto por: Fishysam / Getty Images

Foto por: Lauri Patterson / Getty Images

Foto por: Emily Hoefman / EyeEm / Getty Images

Foto por: M.Czosnek / Getty Images

Foto por: Caymia / Getty Images

O que saber antes de ligar o grelhador

A temporada de churrasco está a todo vapor! Pode ser melhor do que o aroma de hambúrgueres suculentos e o chiado de vegetais na grelha. Com a temporada de grelhados também vem a ameaça de doenças de origem alimentar que podem estragar toda a diversão. Aqui estão os 10 maiores erros de segurança alimentar frequentemente cometidos & mdash e maneiras simples de manter seus pratos favoritos de churrasco em segurança.

Descongelando suas proteínas incorretamente

Quer você decida descongelar seu frango, carne ou peixe congelado na bancada durante a noite, ou pior, deixe-o descongelar no sol quente, você está pedindo problemas. Bactérias nocivas podem se multiplicar em temperatura ambiente a níveis que podem causar doenças (mesmo se você cozinhar os alimentos corretamente). Essas mesmas bactérias se multiplicarão ainda mais rapidamente em temperaturas muito mais quentes, como em um dia quente de 30 graus.

Em vez disso: planeje com antecedência. Descongele suas proteínas na geladeira um ou dois dias antes de assá-las.

Armazenamento de carnes não cozidas em cima de alimentos prontos para consumo

A segurança alimentar não se trata apenas de cozinhar na grelha, mas de todas as etapas que levam à preparação desse alimento. Ao descongelar carnes, aves e peixes ou armazenar proteínas não cozidas na geladeira, a última coisa que você quer são sucos de carne moída pingando em sua melancia fresca. Esta é uma forma de contaminação cruzada.

Em vez disso: Armazene carnes, aves e peixes crus no fundo da geladeira ou em uma gaveta mais crocante. Você também pode embrulhá-lo em um saco plástico para evitar que o suco vaze.

Usando as mesmas tábuas de corte para tudo

Embora possa ser bom guardar pratos, cortar o frango cru na mesma tábua das frutas e vegetais é uma receita para o desastre. Este é um erro comum conhecido como contaminação cruzada, que pode facilmente transferir as bactérias de suas carnes cruas para seus produtos cozidos.

Em vez disso: Use tábuas de corte separadas para carnes cruas, aves e peixes e alimentos prontos para o consumo, como produtos hortifrutigranjeiros e queijo.

Marinada à temperatura ambiente

Marinar a carne, o frango e o peixe adiciona sabor e torna a proteína mais tenra. Essas marinadas ácidas também podem ajudar a retardar o crescimento bacteriano. Um grande erro é marinar a comida descoberta em temperatura ambiente ou ao ar livre no calor. As bactérias adoram essas temperaturas quentes, multiplicando-se em quantidades que podem deixar alguém doente.

Em vez disso: deixe marinar a comida coberta na geladeira e jogue fora qualquer marinada extra que tenha tocado na carne crua, frango ou peixe.

Embalagem de carnes cruas com frutas e vegetais crus

Se você precisa fazer as malas para um churrasco, muitas vezes se pega embalando o frango cru e os hambúrgueres com os brócolis frescos (para uma salada de brócolis). Mais uma vez, essas bactérias nas carnes cruas podem facilmente encontrar seu caminho para os vegetais crus que não são cozidos e as bactérias não são destruídas.

Em vez disso: tenha dois refrigeradores disponíveis, um para carnes cruas e outro para frutas, vegetais crus e outros alimentos preparados.

Transporte de alimentos no porta-malas

Você está arrumando seu carro com a comida no porta-malas? Esse é o lugar mais quente do carro & mdash e as bactérias nocivas amam essas temperaturas para se multiplicar.

Em vez disso: Transporte os alimentos na parte do passageiro do carro, onde é um pouco mais frio (especialmente com ar condicionado).

Eyeballing Doneness

Pode parecer mais fácil olhar para a sua carne para ver se está pronta, mas essa não é a maneira mais precisa. Verificar se seu frango ou hambúrguer não está mais cor-de-rosa não significa que você atingiu as temperaturas adequadas para destruir bactérias nocivas.

Em vez disso: invista em um termômetro de alimentos (eles começam em cerca de US $ 10). Termômetros de carne terão guias de temperatura embutidos, então você vai conhecer quando sua carne, frango ou peixe estiver pronto.

Usando os mesmos pratos para carnes cruas e cozidas

Muitas pessoas usam o mesmo prato e pinças ou outros utensílios para hambúrgueres crus, por exemplo, e hambúrgueres cozidos. Se você precisar usar o mesmo prato ou utensílios para carnes, aves ou peixes crus e cozidos, você pode, sem saber, contaminar as bactérias de alimentos crus para cozidos.

Em vez disso: Para evitar contaminação cruzada, prepare pratos e utensílios separados para alimentos crus e cozidos.

Cozinhando uma grande quantidade de carne de uma vez

Um grande churrasco pede muitos grelhados: cachorros-quentes, hambúrgueres, bifes, vegetais e peixes. Muitos anfitriões assam tudo no início, para que a comida esteja pronta quando todos chegarem. Mas nem todos chegam ao mesmo tempo e algumas horas depois, depois de a comida estar sob o sol quente, as pessoas podem se dirigir para uma segunda ou terceira porções agarrando-se daquela velha pilha de carnes.

Em vez disso: Prepare os alimentos em pequenos lotes. Mantenha as carnes cruas no refrigerador até que estejam prontas para o churrasco.

Deixando sobras o dia todo

Não se trata apenas de deixar carnes fora o dia todo, mas todas as saladas com maionese são deixadas do lado de fora em temperaturas que as bactérias adoram crescer. Frutas fatiadas, vegetais e saladas preparadas devem ser mantidos na geladeira. Se as sobras forem deixadas de fora, não deve demorar mais do que uma hora se a temperatura for de 90 graus F ou superior, e não mais do que duas horas se for inferior a 90 graus F.

Em vez disso: mantenha as horas no relógio para saber quanto tempo a comida fica fora. Para minimizar o desperdício de alimentos, sirva os alimentos em pequenos lotes e mantenha os extras refrigerados até o uso.


Os 10 maiores erros de segurança alimentar que as pessoas cometem em um churrasco

Certifique-se de que o seu churrasco de quintal é delicioso - e totalmente seguro!

Relacionado a:

Foto por: Mint Images / Getty Images

Foto por: The Picture Pantry / Getty Images

Foto por: A_Namenko / Getty Images

Foto por: Andia / Colaborador / Getty Images

Foto por: Elenathewise / Getty Images

Foto por: Maroke / Getty Images

Foto por: Fishysam / Getty Images

Foto por: Lauri Patterson / Getty Images

Foto por: Emily Hoefman / EyeEm / Getty Images

Foto por: M.Czosnek / Getty Images

Foto por: Caymia / Getty Images

O que saber antes de ligar o grelhador

A temporada de churrasco está a todo vapor! Pode ser melhor do que o aroma de hambúrgueres suculentos e o chiado de vegetais na grelha. Com a temporada de grelhados também vem a ameaça de doenças de origem alimentar que podem estragar toda a diversão. Aqui estão os 10 maiores erros de segurança alimentar frequentemente cometidos & mdash e maneiras simples de manter seus pratos favoritos de churrasco em segurança.

Descongelando suas proteínas incorretamente

Quer você decida descongelar seu frango, carne ou peixe congelado no balcão durante a noite, ou pior, deixe-o descongelar no sol quente, você está pedindo problemas. Bactérias nocivas podem se multiplicar em temperatura ambiente a níveis que podem causar enjôo (mesmo se você cozinhar os alimentos adequadamente). Essas mesmas bactérias se multiplicarão ainda mais rapidamente em temperaturas muito mais quentes, como em um dia quente de 30 graus.

Em vez disso: planeje com antecedência. Descongele suas proteínas na geladeira um ou dois dias antes de assá-las.

Armazenamento de carnes não cozidas em cima de alimentos prontos para consumo

A segurança alimentar não se trata apenas de cozinhar na grelha, mas de todas as etapas que levam à preparação desse alimento. Ao descongelar carnes, aves e peixes, ou ao armazenar proteínas não cozidas na geladeira, a última coisa que você quer são sucos de carne moída pingando em sua melancia fresca. Esta é uma forma de contaminação cruzada.

Em vez disso: guarde carnes, aves e peixes crus no fundo da geladeira ou em uma gaveta mais crocante. Você também pode embrulhá-lo em um saco plástico para evitar que o suco vaze.

Usando as mesmas tábuas de corte para tudo

Embora seja bom guardar pratos, cortar o frango cru na mesma tábua das frutas e vegetais é uma receita para o desastre. Este é um erro comum conhecido como contaminação cruzada, que pode facilmente transferir as bactérias de suas carnes cruas para seus produtos cozidos.

Em vez disso: Use tábuas de corte separadas para carnes cruas, aves e peixes e alimentos prontos para o consumo, como produtos hortifrutigranjeiros e queijo.

Marinada à temperatura ambiente

Marinar a carne, o frango e o peixe adiciona sabor e torna a proteína mais tenra. Essas marinadas ácidas também podem ajudar a retardar o crescimento bacteriano. Um grande erro é marinar a comida descoberta em temperatura ambiente ou ao ar livre no calor. As bactérias adoram essas temperaturas quentes, multiplicando-se em quantidades que podem deixar alguém doente.

Em vez disso: deixe marinar a comida coberta na geladeira e jogue fora qualquer marinada extra que tenha tocado na carne crua, frango ou peixe.

Embalagem de carnes cruas com frutas e vegetais crus

Se você precisa fazer as malas para um churrasco, muitas vezes se pega embalando o frango cru e os hambúrgueres com os brócolis frescos (para uma salada de brócolis). Mais uma vez, essas bactérias nas carnes cruas podem facilmente encontrar seu caminho para os vegetais crus que não são cozidos e as bactérias não são destruídas.

Em vez disso: tenha dois refrigeradores disponíveis, um para carnes cruas e outro para frutas crus, vegetais e outros alimentos preparados.

Transporte de alimentos no porta-malas

Você se pegou embalando seu carro com a comida no porta-malas? Esse é o lugar mais quente do carro & mdash e as bactérias nocivas adoram essas temperaturas para se multiplicar.

Em vez disso: Transporte os alimentos na parte do passageiro do carro, onde é um pouco mais frio (especialmente com ar condicionado).

Eyeballing Doneness

Pode parecer mais fácil olhar para a sua carne para ver se está pronta, mas essa não é a maneira mais precisa. Verificar se seu frango ou hambúrguer não está mais cor-de-rosa não significa que você atingiu as temperaturas adequadas para destruir bactérias nocivas.

Em vez disso: Invista em um termômetro de alimentos (eles começam em cerca de US $ 10). Termômetros de carne terão guias de temperatura embutidos, então você conhecer quando sua carne, frango ou peixe estiver pronto.

Usando os mesmos pratos para carnes cruas e cozidas

Muitas pessoas usam o mesmo prato e pinças ou outros utensílios para hambúrgueres crus, por exemplo, e hambúrgueres cozidos. Se você usar o mesmo prato ou utensílios para carnes, aves ou peixes crus e cozidos, pode, sem saber, contaminar as bactérias de alimentos crus para cozidos.

Em vez disso: Para evitar contaminação cruzada, prepare pratos e utensílios separados para alimentos crus e cozidos.

Cozinhando uma grande quantidade de carne de uma só vez

Um grande churrasco pede muitos grelhados: cachorros-quentes, hambúrgueres, bifes, vegetais e peixes. Muitos anfitriões assam tudo no início, para que a comida esteja pronta quando todos chegarem. Mas nem todos chegam ao mesmo tempo e algumas horas depois, depois que a comida está sob o sol escaldante, as pessoas podem se dirigir para uma segunda ou terceira porções agarrando-se daquela velha pilha de carnes.

Em vez disso: Prepare os alimentos em pequenos lotes. Mantenha as carnes cruas no refrigerador até que estejam prontas para o churrasco.

Deixando sobras o dia todo

Não se trata apenas de deixar carnes fora o dia todo, mas todas as saladas com maionese são deixadas do lado de fora em temperaturas que as bactérias adoram crescer. Frutas fatiadas, vegetais e saladas preparadas devem ser mantidos na geladeira. Se as sobras forem deixadas de fora, não deve demorar mais do que uma hora se a temperatura for de 90 graus F ou superior, e não mais do que duas horas se for inferior a 90 graus F.

Em vez disso: mantenha as horas no relógio para saber por quanto tempo a comida fica fora. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.


10 Biggest Food Safety Mistakes People Make at a Barbecue

Make sure your backyard barbecue is delicious — and totally safe!

Relacionado a:

Photo By: Mint Images/Getty Images

Photo By: The Picture Pantry/Getty Images

Photo By: A_Namenko/Getty Images

Photo By: Andia/Contributor/Getty Images

Photo By: Elenathewise/Getty Images

Photo By: Maroke/Getty Images

Photo By: Fishysam/Getty Images

Photo By: Lauri Patterson/Getty Images

Photo By: Emily Hoefman/EyeEm/Getty Images

Photo By: M.Czosnek/Getty Images

Photo By: Caymia/Getty Images

What To Know Before You Fire Up the Grill

Barbecue season is in full swing! It can&rsquot get any better than the aroma of juicy burgers and sizzle of vegetables on the grill. With grilling season also comes the threat of foodborne illness which can spoil all the fun. Here are the top 10 biggest food safety mistakes often made &mdash and simple ways you can keep your barbecue favorites safe.

Defrosting Your Proteins Incorrectly

Whether you choose to defrost your frozen chicken, beef or fish on the counter top overnight, or worse, leave it out to defrost in the hot sun, you&rsquore asking for trouble. Harmful bacteria can multiply at room temperature to levels that can make you sick (even if you cook the food properly). Those same bacteria will multiply even more rapidly in much warmer temperatures, like on a hot 90-degree day.

Instead: Plan ahead. Defrost your proteins in the refrigerator one or two days before you barbecue it.

Storing Uncooked Meats On Top of Ready-to-Eat Foods

Food safety isn&rsquot just about cooking on the grill, but all the steps leading up to making that food. When defrosting meat, poultry and fish or storing uncooked proteins in the refrigerator, the last thing you want is juices from ground beef dripping on your fresh watermelon. This is a form of cross-contamination.

Instead: Store raw meat, poultry and fish on the bottom of your refrigerator or in a crisper drawer. You can also wrap it in a plastic bag to prevent any juices from leaking.

Using the Same Cutting Boards for Everything

Although it may be nice to save dishes, cutting the raw chicken on the same cutting board as your fruit and vegetables is a recipe for disaster. This is a common mistake known as cross-contamination, which can easily transfer the bacteria from your raw meats to your cooked produce.

Instead: Use separate cutting boards for raw meats, poultry and fish and ready-to-eat foods like produce and cheese.

Marinating At Room Temperature

Marinating meat, chicken, and fish adds flavor and makes your protein tender. Those acidic marinades can also help slow down any bacterial growth. A big faux pas is marinating your food uncovered at room temperature or outdoors in the heat. Bacteria love those warm temperatures, multiplying to amounts that can make someone sick.

Instead: Marinate your food covered in the refrigerator, and toss out any extra marinade that touched the raw meat, chicken or fish.

Packing Raw Meats with Raw Fruits and Vegetables

If you&rsquore packing for a barbecue, you&rsquoll oftentimes find yourself packing the raw chicken and burger patties with the fresh broccoli (for a broccoli slaw). Once again, those bacteria in the raw meats can easily find their way onto the raw vegetables which don't get cooked and the bacteria don't get destroyed.

Instead: Have two coolers available, one for raw meats and one for raw fruits, vegetables and other prepared foods.

Transporting Food in the Trunk

Find yourself packing your car with the food in the trunk? That is the hottest place in the car &mdash and harmful bacteria love those temperatures in order to multiply.

Instead: Transport food in the passenger part of the car, where it is a bit cooler (especially with air conditioning).

Eyeballing Doneness

It may seem easier to look at your meat to see if it's done, but that isn&rsquot the most accurate way. Checking your chicken or burger if they&rsquore no longer pink doesn&rsquot mean you&rsquove reached the proper temperatures to destroy harmful bacteria.

Instead: Invest a food thermometer (they start at around $10). Meat thermometers will have built in temperatures guides so you will conhecer when your meat, chicken, or fish is done.

Using Same Plates for Raw and Cooked Meats

Many folks use the same dish and tongs or other utensils for raw burgers, for example, and cooked burgers. If you&rsquore using the same dish or utensils for raw and cooked meats, poultry or fish, you can unknowingly cross-contaminate the bacteria from the raw to cooked foods.

Instead: To avoid cross-contamination be prepared by having separate dishes and utensils for your raw and cooked foods.

Cooking Mass Amount of Meat At Once

A big barbecue calls for lots of grilled foods: hot dogs, hamburgers, steaks, vegetables and fish. Many hosts grill up everything at the beginning, so the food will be ready when everyone arrives. But not everyone arrives at the same time and a few hours later, after the food has been sitting in the hot sun, folks may head for second or third helpings grabbing from that old pile of meats.

Instead: Prepare food in small batches. Keep raw meats in the cooler until they&rsquore ready for the barbecue.

Leaving Leftovers Out All Day

It&rsquos not only about leaving meats out all day, but all those salads slathered with mayonnaise get left outside at temperatures bacteria love to grow in. Sliced fruit, vegetables and prepared salads should be kept refrigerated. If leftovers are left out, then it should be no longer than one hour if the temperature is 90 degrees F or above, and no longer than two hours if it&rsquos less than 90 degrees F.

Instead: Keep the time on the clock so you know how long food is left out. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.


10 Biggest Food Safety Mistakes People Make at a Barbecue

Make sure your backyard barbecue is delicious — and totally safe!

Relacionado a:

Photo By: Mint Images/Getty Images

Photo By: The Picture Pantry/Getty Images

Photo By: A_Namenko/Getty Images

Photo By: Andia/Contributor/Getty Images

Photo By: Elenathewise/Getty Images

Photo By: Maroke/Getty Images

Photo By: Fishysam/Getty Images

Photo By: Lauri Patterson/Getty Images

Photo By: Emily Hoefman/EyeEm/Getty Images

Photo By: M.Czosnek/Getty Images

Photo By: Caymia/Getty Images

What To Know Before You Fire Up the Grill

Barbecue season is in full swing! It can&rsquot get any better than the aroma of juicy burgers and sizzle of vegetables on the grill. With grilling season also comes the threat of foodborne illness which can spoil all the fun. Here are the top 10 biggest food safety mistakes often made &mdash and simple ways you can keep your barbecue favorites safe.

Defrosting Your Proteins Incorrectly

Whether you choose to defrost your frozen chicken, beef or fish on the counter top overnight, or worse, leave it out to defrost in the hot sun, you&rsquore asking for trouble. Harmful bacteria can multiply at room temperature to levels that can make you sick (even if you cook the food properly). Those same bacteria will multiply even more rapidly in much warmer temperatures, like on a hot 90-degree day.

Instead: Plan ahead. Defrost your proteins in the refrigerator one or two days before you barbecue it.

Storing Uncooked Meats On Top of Ready-to-Eat Foods

Food safety isn&rsquot just about cooking on the grill, but all the steps leading up to making that food. When defrosting meat, poultry and fish or storing uncooked proteins in the refrigerator, the last thing you want is juices from ground beef dripping on your fresh watermelon. This is a form of cross-contamination.

Instead: Store raw meat, poultry and fish on the bottom of your refrigerator or in a crisper drawer. You can also wrap it in a plastic bag to prevent any juices from leaking.

Using the Same Cutting Boards for Everything

Although it may be nice to save dishes, cutting the raw chicken on the same cutting board as your fruit and vegetables is a recipe for disaster. This is a common mistake known as cross-contamination, which can easily transfer the bacteria from your raw meats to your cooked produce.

Instead: Use separate cutting boards for raw meats, poultry and fish and ready-to-eat foods like produce and cheese.

Marinating At Room Temperature

Marinating meat, chicken, and fish adds flavor and makes your protein tender. Those acidic marinades can also help slow down any bacterial growth. A big faux pas is marinating your food uncovered at room temperature or outdoors in the heat. Bacteria love those warm temperatures, multiplying to amounts that can make someone sick.

Instead: Marinate your food covered in the refrigerator, and toss out any extra marinade that touched the raw meat, chicken or fish.

Packing Raw Meats with Raw Fruits and Vegetables

If you&rsquore packing for a barbecue, you&rsquoll oftentimes find yourself packing the raw chicken and burger patties with the fresh broccoli (for a broccoli slaw). Once again, those bacteria in the raw meats can easily find their way onto the raw vegetables which don't get cooked and the bacteria don't get destroyed.

Instead: Have two coolers available, one for raw meats and one for raw fruits, vegetables and other prepared foods.

Transporting Food in the Trunk

Find yourself packing your car with the food in the trunk? That is the hottest place in the car &mdash and harmful bacteria love those temperatures in order to multiply.

Instead: Transport food in the passenger part of the car, where it is a bit cooler (especially with air conditioning).

Eyeballing Doneness

It may seem easier to look at your meat to see if it's done, but that isn&rsquot the most accurate way. Checking your chicken or burger if they&rsquore no longer pink doesn&rsquot mean you&rsquove reached the proper temperatures to destroy harmful bacteria.

Instead: Invest a food thermometer (they start at around $10). Meat thermometers will have built in temperatures guides so you will conhecer when your meat, chicken, or fish is done.

Using Same Plates for Raw and Cooked Meats

Many folks use the same dish and tongs or other utensils for raw burgers, for example, and cooked burgers. If you&rsquore using the same dish or utensils for raw and cooked meats, poultry or fish, you can unknowingly cross-contaminate the bacteria from the raw to cooked foods.

Instead: To avoid cross-contamination be prepared by having separate dishes and utensils for your raw and cooked foods.

Cooking Mass Amount of Meat At Once

A big barbecue calls for lots of grilled foods: hot dogs, hamburgers, steaks, vegetables and fish. Many hosts grill up everything at the beginning, so the food will be ready when everyone arrives. But not everyone arrives at the same time and a few hours later, after the food has been sitting in the hot sun, folks may head for second or third helpings grabbing from that old pile of meats.

Instead: Prepare food in small batches. Keep raw meats in the cooler until they&rsquore ready for the barbecue.

Leaving Leftovers Out All Day

It&rsquos not only about leaving meats out all day, but all those salads slathered with mayonnaise get left outside at temperatures bacteria love to grow in. Sliced fruit, vegetables and prepared salads should be kept refrigerated. If leftovers are left out, then it should be no longer than one hour if the temperature is 90 degrees F or above, and no longer than two hours if it&rsquos less than 90 degrees F.

Instead: Keep the time on the clock so you know how long food is left out. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.


10 Biggest Food Safety Mistakes People Make at a Barbecue

Make sure your backyard barbecue is delicious — and totally safe!

Relacionado a:

Photo By: Mint Images/Getty Images

Photo By: The Picture Pantry/Getty Images

Photo By: A_Namenko/Getty Images

Photo By: Andia/Contributor/Getty Images

Photo By: Elenathewise/Getty Images

Photo By: Maroke/Getty Images

Photo By: Fishysam/Getty Images

Photo By: Lauri Patterson/Getty Images

Photo By: Emily Hoefman/EyeEm/Getty Images

Photo By: M.Czosnek/Getty Images

Photo By: Caymia/Getty Images

What To Know Before You Fire Up the Grill

Barbecue season is in full swing! It can&rsquot get any better than the aroma of juicy burgers and sizzle of vegetables on the grill. With grilling season also comes the threat of foodborne illness which can spoil all the fun. Here are the top 10 biggest food safety mistakes often made &mdash and simple ways you can keep your barbecue favorites safe.

Defrosting Your Proteins Incorrectly

Whether you choose to defrost your frozen chicken, beef or fish on the counter top overnight, or worse, leave it out to defrost in the hot sun, you&rsquore asking for trouble. Harmful bacteria can multiply at room temperature to levels that can make you sick (even if you cook the food properly). Those same bacteria will multiply even more rapidly in much warmer temperatures, like on a hot 90-degree day.

Instead: Plan ahead. Defrost your proteins in the refrigerator one or two days before you barbecue it.

Storing Uncooked Meats On Top of Ready-to-Eat Foods

Food safety isn&rsquot just about cooking on the grill, but all the steps leading up to making that food. When defrosting meat, poultry and fish or storing uncooked proteins in the refrigerator, the last thing you want is juices from ground beef dripping on your fresh watermelon. This is a form of cross-contamination.

Instead: Store raw meat, poultry and fish on the bottom of your refrigerator or in a crisper drawer. You can also wrap it in a plastic bag to prevent any juices from leaking.

Using the Same Cutting Boards for Everything

Although it may be nice to save dishes, cutting the raw chicken on the same cutting board as your fruit and vegetables is a recipe for disaster. This is a common mistake known as cross-contamination, which can easily transfer the bacteria from your raw meats to your cooked produce.

Instead: Use separate cutting boards for raw meats, poultry and fish and ready-to-eat foods like produce and cheese.

Marinating At Room Temperature

Marinating meat, chicken, and fish adds flavor and makes your protein tender. Those acidic marinades can also help slow down any bacterial growth. A big faux pas is marinating your food uncovered at room temperature or outdoors in the heat. Bacteria love those warm temperatures, multiplying to amounts that can make someone sick.

Instead: Marinate your food covered in the refrigerator, and toss out any extra marinade that touched the raw meat, chicken or fish.

Packing Raw Meats with Raw Fruits and Vegetables

If you&rsquore packing for a barbecue, you&rsquoll oftentimes find yourself packing the raw chicken and burger patties with the fresh broccoli (for a broccoli slaw). Once again, those bacteria in the raw meats can easily find their way onto the raw vegetables which don't get cooked and the bacteria don't get destroyed.

Instead: Have two coolers available, one for raw meats and one for raw fruits, vegetables and other prepared foods.

Transporting Food in the Trunk

Find yourself packing your car with the food in the trunk? That is the hottest place in the car &mdash and harmful bacteria love those temperatures in order to multiply.

Instead: Transport food in the passenger part of the car, where it is a bit cooler (especially with air conditioning).

Eyeballing Doneness

It may seem easier to look at your meat to see if it's done, but that isn&rsquot the most accurate way. Checking your chicken or burger if they&rsquore no longer pink doesn&rsquot mean you&rsquove reached the proper temperatures to destroy harmful bacteria.

Instead: Invest a food thermometer (they start at around $10). Meat thermometers will have built in temperatures guides so you will conhecer when your meat, chicken, or fish is done.

Using Same Plates for Raw and Cooked Meats

Many folks use the same dish and tongs or other utensils for raw burgers, for example, and cooked burgers. If you&rsquore using the same dish or utensils for raw and cooked meats, poultry or fish, you can unknowingly cross-contaminate the bacteria from the raw to cooked foods.

Instead: To avoid cross-contamination be prepared by having separate dishes and utensils for your raw and cooked foods.

Cooking Mass Amount of Meat At Once

A big barbecue calls for lots of grilled foods: hot dogs, hamburgers, steaks, vegetables and fish. Many hosts grill up everything at the beginning, so the food will be ready when everyone arrives. But not everyone arrives at the same time and a few hours later, after the food has been sitting in the hot sun, folks may head for second or third helpings grabbing from that old pile of meats.

Instead: Prepare food in small batches. Keep raw meats in the cooler until they&rsquore ready for the barbecue.

Leaving Leftovers Out All Day

It&rsquos not only about leaving meats out all day, but all those salads slathered with mayonnaise get left outside at temperatures bacteria love to grow in. Sliced fruit, vegetables and prepared salads should be kept refrigerated. If leftovers are left out, then it should be no longer than one hour if the temperature is 90 degrees F or above, and no longer than two hours if it&rsquos less than 90 degrees F.

Instead: Keep the time on the clock so you know how long food is left out. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.


10 Biggest Food Safety Mistakes People Make at a Barbecue

Make sure your backyard barbecue is delicious — and totally safe!

Relacionado a:

Photo By: Mint Images/Getty Images

Photo By: The Picture Pantry/Getty Images

Photo By: A_Namenko/Getty Images

Photo By: Andia/Contributor/Getty Images

Photo By: Elenathewise/Getty Images

Photo By: Maroke/Getty Images

Photo By: Fishysam/Getty Images

Photo By: Lauri Patterson/Getty Images

Photo By: Emily Hoefman/EyeEm/Getty Images

Photo By: M.Czosnek/Getty Images

Photo By: Caymia/Getty Images

What To Know Before You Fire Up the Grill

Barbecue season is in full swing! It can&rsquot get any better than the aroma of juicy burgers and sizzle of vegetables on the grill. With grilling season also comes the threat of foodborne illness which can spoil all the fun. Here are the top 10 biggest food safety mistakes often made &mdash and simple ways you can keep your barbecue favorites safe.

Defrosting Your Proteins Incorrectly

Whether you choose to defrost your frozen chicken, beef or fish on the counter top overnight, or worse, leave it out to defrost in the hot sun, you&rsquore asking for trouble. Harmful bacteria can multiply at room temperature to levels that can make you sick (even if you cook the food properly). Those same bacteria will multiply even more rapidly in much warmer temperatures, like on a hot 90-degree day.

Instead: Plan ahead. Defrost your proteins in the refrigerator one or two days before you barbecue it.

Storing Uncooked Meats On Top of Ready-to-Eat Foods

Food safety isn&rsquot just about cooking on the grill, but all the steps leading up to making that food. When defrosting meat, poultry and fish or storing uncooked proteins in the refrigerator, the last thing you want is juices from ground beef dripping on your fresh watermelon. This is a form of cross-contamination.

Instead: Store raw meat, poultry and fish on the bottom of your refrigerator or in a crisper drawer. You can also wrap it in a plastic bag to prevent any juices from leaking.

Using the Same Cutting Boards for Everything

Although it may be nice to save dishes, cutting the raw chicken on the same cutting board as your fruit and vegetables is a recipe for disaster. This is a common mistake known as cross-contamination, which can easily transfer the bacteria from your raw meats to your cooked produce.

Instead: Use separate cutting boards for raw meats, poultry and fish and ready-to-eat foods like produce and cheese.

Marinating At Room Temperature

Marinating meat, chicken, and fish adds flavor and makes your protein tender. Those acidic marinades can also help slow down any bacterial growth. A big faux pas is marinating your food uncovered at room temperature or outdoors in the heat. Bacteria love those warm temperatures, multiplying to amounts that can make someone sick.

Instead: Marinate your food covered in the refrigerator, and toss out any extra marinade that touched the raw meat, chicken or fish.

Packing Raw Meats with Raw Fruits and Vegetables

If you&rsquore packing for a barbecue, you&rsquoll oftentimes find yourself packing the raw chicken and burger patties with the fresh broccoli (for a broccoli slaw). Once again, those bacteria in the raw meats can easily find their way onto the raw vegetables which don't get cooked and the bacteria don't get destroyed.

Instead: Have two coolers available, one for raw meats and one for raw fruits, vegetables and other prepared foods.

Transporting Food in the Trunk

Find yourself packing your car with the food in the trunk? That is the hottest place in the car &mdash and harmful bacteria love those temperatures in order to multiply.

Instead: Transport food in the passenger part of the car, where it is a bit cooler (especially with air conditioning).

Eyeballing Doneness

It may seem easier to look at your meat to see if it's done, but that isn&rsquot the most accurate way. Checking your chicken or burger if they&rsquore no longer pink doesn&rsquot mean you&rsquove reached the proper temperatures to destroy harmful bacteria.

Instead: Invest a food thermometer (they start at around $10). Meat thermometers will have built in temperatures guides so you will conhecer when your meat, chicken, or fish is done.

Using Same Plates for Raw and Cooked Meats

Many folks use the same dish and tongs or other utensils for raw burgers, for example, and cooked burgers. If you&rsquore using the same dish or utensils for raw and cooked meats, poultry or fish, you can unknowingly cross-contaminate the bacteria from the raw to cooked foods.

Instead: To avoid cross-contamination be prepared by having separate dishes and utensils for your raw and cooked foods.

Cooking Mass Amount of Meat At Once

A big barbecue calls for lots of grilled foods: hot dogs, hamburgers, steaks, vegetables and fish. Many hosts grill up everything at the beginning, so the food will be ready when everyone arrives. But not everyone arrives at the same time and a few hours later, after the food has been sitting in the hot sun, folks may head for second or third helpings grabbing from that old pile of meats.

Instead: Prepare food in small batches. Keep raw meats in the cooler until they&rsquore ready for the barbecue.

Leaving Leftovers Out All Day

It&rsquos not only about leaving meats out all day, but all those salads slathered with mayonnaise get left outside at temperatures bacteria love to grow in. Sliced fruit, vegetables and prepared salads should be kept refrigerated. If leftovers are left out, then it should be no longer than one hour if the temperature is 90 degrees F or above, and no longer than two hours if it&rsquos less than 90 degrees F.

Instead: Keep the time on the clock so you know how long food is left out. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.


10 Biggest Food Safety Mistakes People Make at a Barbecue

Make sure your backyard barbecue is delicious — and totally safe!

Relacionado a:

Photo By: Mint Images/Getty Images

Photo By: The Picture Pantry/Getty Images

Photo By: A_Namenko/Getty Images

Photo By: Andia/Contributor/Getty Images

Photo By: Elenathewise/Getty Images

Photo By: Maroke/Getty Images

Photo By: Fishysam/Getty Images

Photo By: Lauri Patterson/Getty Images

Photo By: Emily Hoefman/EyeEm/Getty Images

Photo By: M.Czosnek/Getty Images

Photo By: Caymia/Getty Images

What To Know Before You Fire Up the Grill

Barbecue season is in full swing! It can&rsquot get any better than the aroma of juicy burgers and sizzle of vegetables on the grill. With grilling season also comes the threat of foodborne illness which can spoil all the fun. Here are the top 10 biggest food safety mistakes often made &mdash and simple ways you can keep your barbecue favorites safe.

Defrosting Your Proteins Incorrectly

Whether you choose to defrost your frozen chicken, beef or fish on the counter top overnight, or worse, leave it out to defrost in the hot sun, you&rsquore asking for trouble. Harmful bacteria can multiply at room temperature to levels that can make you sick (even if you cook the food properly). Those same bacteria will multiply even more rapidly in much warmer temperatures, like on a hot 90-degree day.

Instead: Plan ahead. Defrost your proteins in the refrigerator one or two days before you barbecue it.

Storing Uncooked Meats On Top of Ready-to-Eat Foods

Food safety isn&rsquot just about cooking on the grill, but all the steps leading up to making that food. When defrosting meat, poultry and fish or storing uncooked proteins in the refrigerator, the last thing you want is juices from ground beef dripping on your fresh watermelon. This is a form of cross-contamination.

Instead: Store raw meat, poultry and fish on the bottom of your refrigerator or in a crisper drawer. You can also wrap it in a plastic bag to prevent any juices from leaking.

Using the Same Cutting Boards for Everything

Although it may be nice to save dishes, cutting the raw chicken on the same cutting board as your fruit and vegetables is a recipe for disaster. This is a common mistake known as cross-contamination, which can easily transfer the bacteria from your raw meats to your cooked produce.

Instead: Use separate cutting boards for raw meats, poultry and fish and ready-to-eat foods like produce and cheese.

Marinating At Room Temperature

Marinating meat, chicken, and fish adds flavor and makes your protein tender. Those acidic marinades can also help slow down any bacterial growth. A big faux pas is marinating your food uncovered at room temperature or outdoors in the heat. Bacteria love those warm temperatures, multiplying to amounts that can make someone sick.

Instead: Marinate your food covered in the refrigerator, and toss out any extra marinade that touched the raw meat, chicken or fish.

Packing Raw Meats with Raw Fruits and Vegetables

If you&rsquore packing for a barbecue, you&rsquoll oftentimes find yourself packing the raw chicken and burger patties with the fresh broccoli (for a broccoli slaw). Once again, those bacteria in the raw meats can easily find their way onto the raw vegetables which don't get cooked and the bacteria don't get destroyed.

Instead: Have two coolers available, one for raw meats and one for raw fruits, vegetables and other prepared foods.

Transporting Food in the Trunk

Find yourself packing your car with the food in the trunk? That is the hottest place in the car &mdash and harmful bacteria love those temperatures in order to multiply.

Instead: Transport food in the passenger part of the car, where it is a bit cooler (especially with air conditioning).

Eyeballing Doneness

It may seem easier to look at your meat to see if it's done, but that isn&rsquot the most accurate way. Checking your chicken or burger if they&rsquore no longer pink doesn&rsquot mean you&rsquove reached the proper temperatures to destroy harmful bacteria.

Instead: Invest a food thermometer (they start at around $10). Meat thermometers will have built in temperatures guides so you will conhecer when your meat, chicken, or fish is done.

Using Same Plates for Raw and Cooked Meats

Many folks use the same dish and tongs or other utensils for raw burgers, for example, and cooked burgers. If you&rsquore using the same dish or utensils for raw and cooked meats, poultry or fish, you can unknowingly cross-contaminate the bacteria from the raw to cooked foods.

Instead: To avoid cross-contamination be prepared by having separate dishes and utensils for your raw and cooked foods.

Cooking Mass Amount of Meat At Once

A big barbecue calls for lots of grilled foods: hot dogs, hamburgers, steaks, vegetables and fish. Many hosts grill up everything at the beginning, so the food will be ready when everyone arrives. But not everyone arrives at the same time and a few hours later, after the food has been sitting in the hot sun, folks may head for second or third helpings grabbing from that old pile of meats.

Instead: Prepare food in small batches. Keep raw meats in the cooler until they&rsquore ready for the barbecue.

Leaving Leftovers Out All Day

It&rsquos not only about leaving meats out all day, but all those salads slathered with mayonnaise get left outside at temperatures bacteria love to grow in. Sliced fruit, vegetables and prepared salads should be kept refrigerated. If leftovers are left out, then it should be no longer than one hour if the temperature is 90 degrees F or above, and no longer than two hours if it&rsquos less than 90 degrees F.

Instead: Keep the time on the clock so you know how long food is left out. To minimize food waste, serve food in small batches and keep extras refrigerated until use.